terça-feira, novembro 30, 2010

Fotografias da neve na cidade da Guarda - Novembro 2010 I

No primeiro grande nevão deste Inverno, a cidade da Guarda vestiu-se de branco proporcionando cenários de rara beleza. Aqui ficam algumas fotografias, gentilmente disponibilizadas pelo Pedro Pinto e pelo Luís Santos, a quem agradeço e envio um grande abraço.

Jardim José de Lemos


A Sé da Guarda, a fantástica "Sinfonia de Granito", e a estátua de D. Sancho I


Uma das ruas do Centro Histórico

segunda-feira, novembro 29, 2010

Morreu Leslie Nielsen (1926-2010)


Morreu Leslie Nielsen, um verdadeiro senhor da comédia que entre nós ficou famoso pelas inesquecíveis participações em filmes como Aeroplano, Drácula Morto Mas Contente, entre outros, ficando eternizado no papel do intratável Tenente Frank Drebin, na série televisiva "Police Squad!" (Onde Pára A Polícia) e na trilogia cinematográfica que se lhe seguiu Naked Gun, Naked Gun 1 1/2 e Naked Gun 33 1/3.

Leslie Nielsen partiu mas, para trás, deixou milhões de sorrisos.









Foto: Cama Desfeita

Já cai neve no Fundão...

Um pouco mais cedo que o habitual, as pessoas foram hoje surpreendidas pela neve ao sair de casa. Será que vamos ter a repetição do cenário de Janeiro último? Para quem quiser recordar, aqui ficam os links para as fotos:


O açoriano na América (vídeo)

Para começarmos bem esta semana bifásica (apesar de o facto de haver um feriado pelo meio fazer com que pareça que a semana tem duas Segundas-feiras), nada melhor do que uma injecção de bom humor para animar um bocadinho.

domingo, novembro 28, 2010

O Banco Alimentar e o comércio tradicional


A campanha de recolha de alimentos organizada pelo Banco Alimentar, coincidiu este fim-de-semana no Fundão com as declarações da Associação Comercial e Industrial local, destacando a capacidade de regeneração do comércio dito "tradicional", num ano em que na cidade fecharam 29 estabelecimentos e abriram 19 novos outros. É impressão minha ou, a manter-se esta capacidade de regeneração digna de elogios, o comércio tradicional caminha para a extinção?

Numa cidade não muito grande, torna-se difícil ao comércio tradicional sobreviver em concorrência com 4 grandes superfícies, 6 ou 7 se incluirmos no rol as megastores chinesas. Por outro lado, também escasseiam as iniciativas que, de forma efectiva, consigam cativar os consumidores a abdicar do recurso às grandes superfícies (no Fundão, nem que seja pela diferença de preços praticados no estacionamento).

Há algum tempo atrás, alguém aqui chamou a atenção para o facto de as campanhas do Banco Alimentar serem mais uma oportunidade para as grandes superfícies engordarem ainda mais os seus já preenchidos bolsos e de facto assim é. Nestas alturas, as prateleiras de produtos secos e enlatados a ficam vazias a olhos vistos e, inclusive, chegam a ser instaladas para o efeito novas zonas de produtos, destinados precisamente a serem adquiridos para entregar ao B.A..

Porque não usar o pretexto da campanha do Banco Alimentar em benefício do comércio tradicional? Poderiam ser implementados pontos de recolha em locais estratégicos, onde os produtos pudessem ser entregues, fosse pelos consumidores ou pelos próprios estabelecimentos, houvesse apenas vontade de colaborar numa boa causa.

Da minha parte, decidi iniciar uma nova forma de colaboração nas campanhas do B.A.. Comprei o meu contributo numa loja do centro da cidade e fui entregá-lo numa grande superfície, perante o ar surpreendido de quem o recebeu. Só espero que ele não vá parar àquela senhora que recentemente comprou um apartamento e que vai com regularidade buscar mantimentos à Loja Social do Fundão...

sexta-feira, novembro 26, 2010

Coimbra Interactiva - Visita guiada virtual à Cidade de Coimbra


No portal turístico de Coimbra, em www.turismodecoimbra.pt, encontra-se uma interessantíssima visita guiada virtual aos principais pontos de interesse da cidade. Tudo isto é feito partindo de uma enorme fotografia panorâmica da cidade, na qual é possível navegar clicando nos pontos assinalados para obter informações sobre o sítio em causa.


Interior da Biblioteca Joanina

O que torna esta visita mais interessante é a possibilidade de, em alguns dos sítios, poder aceder não só à informação textual mas também a uma visita virtual em perspectiva esférica, permitindo conhecer, com grande riqueza de detalhe, alguns dos locais mais emblemáticos de Coimbra.

Sítios incluídos no roteiro (pv - com panorâmica virtual):

Igreja de Santa Cruz (pv)
Sé Velha (pv)
Sé Nova
Museu Nacional Machado de Castro (Com o criptopórtico romano)
Universidade de Coimbra
Sala dos Capelos (pv)
Parque de Santa Cruz
Capela de São Miguel (pv)
Biblioteca Joanina (pv)
Jardim Botânico
Museu Botânico
Penedo da Saudade (pv)
Ponte Pedro e Inês
Pavilhão Centro de Portugal
Jardins da Quinta das Lágrimas
Portugal dos Pequenitos
Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

quinta-feira, novembro 25, 2010

Pérolas do Google Maps - A pilinha do Herman-Giest Stadium

Via Facebook, através do José Castanheira, chega-nos (mais) esta pérola do Google que constitui como que uma espécie de misto da evocação dos geóglifos de Nazca, no Peru, com o despudorado e intumescido gigante inglês de Cerne Abbas.

Trata-se de um geóglifo, que vai buscar a sua inspiração nos ancestrais cultos da fertilidade, embora com toque distinto de dinamismo, realizado no relvado de um estádio de futebol americano da povoação de Hazleton na Pennsilvanya , no Nordeste dos EUA.

Não acreditam? Então pesquisem "Herman-Giest Stadium, Hazleton, Luzerne, Pennsylvania, United States" no Google Maps e vejam as imagens de satélite ou, em alternativa, cliquem directamente na imagem.

quarta-feira, novembro 24, 2010

Fotografias da X Mostra de Artes e Sabores da Maúnça – Açor - 2010

Seria imperdoável se não publicasse aqui também um artigo dedicado à X Mostra de Artes e Sabores da Maúnça, na aldeia do Açor. É certo que o Míscaros foi muito bom (já aqui o disse em várias ocasiões) mas, que me perdoem, a Maúnça é a minha festinha de eleição!

acor1

Como todos os anos acontece (no ano passado já foi algo fora de horas mas ainda houve tempo para trazer uns belos pães caseiros), a viagem nocturna para o Açor foi feita em TT pela Serra da Maúnça. O que não estava nos planos era o tremendo manto de nevoeiro com que nos deparámos e que não permitia uma visibilidade para além de 10m. Felizmente, o condutor era um indivíduo experiente e com um tremendo sentido de orientação (estou neste momento a emanar bafo na direcção das unhas da minha mão direita, esfregando-as em seguida na minha camisola) e o grupo conseguiu chegar ao Açor de boa saúde.

acor10

À nossa espera, o mesmo de sempre: muita castanha assada, deliciosas filhoses acabadas de fazer, miaus quentinhos com mel, jeropiga da boa, licores de tudo e mais alguma coisa, isto para além dos pratos típicos que fizeram a delícia dos visitantes.


acor2

Um grupo de visitantes anónimos fotografado completamente ao acaso numa tasca escolhida de forma completamente aleatória. Se alguns ainda conseguem manter a pose, outros há que, aparentemente, não conseguem disfarçar a sua apetência pelos produtos regionais.

acor14

Licores, licores e mais licores... mas não podemos esquecer a fantástica jeropiga!

Já estão com água na boca?


acor11

E agora?


acor12

E agora?


acor13

E agora?


Mas não é só à noite que a aldeia ganha vida. Durante o dia a azáfama é constante e, enquanto as senhoras estão muito atarefadas a cozer pão e a preparar os doces típicos, no largo principal acende-se a fogueira para o magusto comunitário.

acor3

acor4

acor5

acor6

acor7

acor9


acor8

...e no fim, "Quentes e boas!"

Foi pois com tristeza que tivemos de nos despedir até ao próximo ano. As emoções contudo não se esgotariam por aqui já que o regresso, feito pelo mesmo caminho da vinda, acabou por se revelar um pouco mais comprido do que o desejado. É evidente que as más línguas dirão que o zeloso condutor se enganou no caminho e que quase se fazia todo o trajecto até casa pelo pinhal. Contudo, o desvio deveu-se a certos e determinados factores, sendo um deles a vontade de proporcionar a toda comitiva um agradável percurso cénico... apesar de estar uma noite escura como bréu e de estar também um nevoeiro passível de ser cortado às fatias.

Fica um grande abraço para as gentes do Açor e a promessa ansiosa de que no próximo ano lá estaremos mais uma vez.

terça-feira, novembro 23, 2010

Porque hoje apeteceu-me fazer alguns recortes de imprensa

Geórgia contrata 80 prostitutas em Lisboa

A prova de que uma Cimeira da NATO não tem de ser necessariamente uma coisa aborrecida. No entanto, já que estavam dispostos a investir em Portugal, não podiam também ter comprado uns quantos títulos de dívida?


Parlamento "perdoa" 23 milhões de euros aos partidos da Madeira

Estes 23 milhões são descontados nos 150 milhões de apoio à reconstrução, devido às cheias, que a Madeira vai receber no próximo ano, ou será que são uns troquitos que os contribuintes vão também compensar de alguma forma?


Mais de um terço dos adultos dizem que usam preservativos

Estes são número que talvez valha a pena rever após as recentes declarações do Vaticano e a presença da delegação da Geórgia em Portugal aquando da cimeira da NATO.

Míscaros 2010 – Do entusiasmo frenético à solidariedade

E pronto! Chegou ao fim a 2ª edição do Míscaros, o Festival do Cogumelo, que, como referi no artigo anterior, ultrapassou largamente em termos qualitativos a sua edição de estreia. Mais tasquinhas e uma oferta diversificada encheram de visitantes entusiastas as ruas do Alcaide durante o último fim-de-semana.

Misturados na multidão, tivemos oportunidade de constatar a real medida desse mesmo entusiasmo, talvez medido na escala do frenesim, quando a dada altura, um grupo que seguia à nossa frente em busca da próxima tasca, se precipitou para uma porta aberta num dos lados da rua, com um dos indivíduos a dizer algo como “Vamos já a esta!”. Já com um pé para lá da porta, viram no entanto as suas intenções esbarrar na explicação da rapariga que abrira essa porta e que pretendia simplesmente entrar em casa.

Contudo, foi gratificante ver que no meio deste entusiasmo todo, não se perderam valores como a solidariedade e o espírito fraterno de entreajuda.

Verificámos isso quando, a dada altura, um indivíduo dono de um porte físico algo impressionante, sofreu uma queda não menos impressionante em plena praça principal do Alcaide, ficando estendido no chão numa posição que se poderia caracterizar como um misto de posição de lótus em ângulo invulgarmente aberto com uma chave de pernas digna da WWE mas em modo auto-infligido.

Obviamente poderemos aqui conjecturar sobre o que terá levado à queda mas a explicação que se me afigura como a mais provável foi que, no preciso momento em que o homem caminhava pela praça, o movimento de rotação da Terra se deteve por uma fracção de segundo, sendo que a força centrífuga fez o resto.

Seja como for, logo um grupo de pessoas, eu incluído, se precipitou para o ajudar a reerguer-se mas este não parecia inclinado a ajudar, preferindo olhar em volta de forma frenética como se procurasse algo… e afinal procurava mesmo. O seu apelo de “Esperem! Esperem! Os meus óculos voaram para aí!” fez com que toda a gente, eu incluído, começasse a descrever trajectórias erráticas em volta do homem, perscrutando atentamente o chão à procura dos óculos desaparecidos que, teimosamente, teimavam em manter-se desaparecidos.

A preocupação terminou finalmente quando um homem, que ficara a segurar as costas do desafortunado dono dos óculos, que ainda combalido permanecia sentado no chão, olhou para este e exclamou em tom indignado “Então mas você tem os óculos postos!” e, largando-lhe as costas bruscamente –“Você está a brincar comigo??”.

Foi quanto bastou para que o dono dos óculos se levantasse subitamente e, agradecendo a atenção dispensada, prosseguisse a sua caminhada, perdendo-se na festa e deixando para trás um pequeno grupo de pessoas, eu incluído, com um ar perfeitamente incrédulo.

domingo, novembro 21, 2010

Fotografias do “Míscaros” 2010 – Festival do Cogumelo

Em primeiro lugar, há que dizer que esta 2ª edição do festival Míscaros ultrapassou largamente a edição anterior, em parte graças à meteorologia favorável deste ano.

Com mais gente nas ruas, mais animação, mais portas abertas com tasquinhas e lojinhas de artesanato, parecem estar lançadas as bases para um festival que promete colocar a aldeia do Alcaide no mapa dos festivais temáticos da região.

Existem no entanto algumas coisas a melhorar no desenvolvimento da atractividade, como por exemplo preço a que as micro-doses de bebidas são vendidas. 1 euro por uma dose que, se não for bebida depressa, corre o risco de evaporar, não é nada simpático.

Entretanto, partilho aqui com vocês alguns instantâneos do ambiente do festival na noite passada.

misc1

Muita gente nas ruas, aqui ao redor de uma das várias bandas que animaram o evento.

misc3

Um dos espaços surpreendentes do evento. O pátio de um solar onde se instalaram algumas tasquinhas e um palco…

misc2

…à frente do qual, um cidadão anónimo surpreendeu tudo e todos com os seus dotes de dançarino que lhe valeram o epíteto circunstancial de “Rei da Pista”.

misc4

No Cantinho dos Cogumelos, onde se bebia a preço simpático, o ambiente esteve animado com a actuação dos irreverentes e saltitões “Pas de Problème”.

misc5

Na cave do solar de João Franco, Presidente do Conselho durante o reinado de D.Carlos I, foram instaladas várias lojinhas de artesanato, entre elas a da nossa Martinha, que ali expôs toda a sua mestria.

misc6

…que obviamente despertou grande interesse.

misc7

Ao longo das ruas da aldeia foi possível encontrar vários pormenores deliciosos, como esta genuína e mítica motorizada Casal.

misc9

Para deliciar o paladar dos visitantes, a Escola de Hotelaria e Turismo do Fundão instalou-se por estes dias no Casa Cunha Leal, convertida em restaurante. A ementa vale bem a pena, servida com mestria pelos nossos futuros profissionais da hotelaria.

misc10

Depois de um belo jantar, a visita às tasquinhas impõe-se. Todas elas decoradas, com maior ou menor afinco, com a temática do festival.

misc11

Medronho, cidreira, coco, agrião, rosmaninho, amora, figo, cereja,… a lista de licores era infindável.

misc13

A Tasca do Levezinho. Nascida na Festa da Cereja de Alcongosta, não deixa de participar nos outros festivais da região.

misc14

Uma tasquinha algo escondida mas sensacional na sua decoração. Foi eleita de forma unânime pela Junta Directiva do Blog do Katano como a mais acolhedora do Festival. Aquele licor de figo da Índia estava daqui (agora estou a segurar o lóbulo da orelha direita com o polegar e o indicador da mão direita, fazendo pequenos movimentos oscilatórios).

misc12

misc15

sexta-feira, novembro 19, 2010

Míscaros - Festival do Cogumelo - 2010


Tem hoje início na aldeia do Alcaide, a 2ª edição do "Míscaros - Festival do Cogumelo" que, até Domingo, promete fazer as delícias dos visitantes, com muitas iguarias, animação e música.

Entre os dias 19 a 21 de Novembro, na aldeia do Alcaide, Fundão, os visitantes poderão aproveitar os passeios micológicos e maravilhar-se com a natureza envolvente dessa vertente da Gardunha, degustar diferentes formas de confecção de cogumelos nas tasquinhas típicas especialmente preparadas na aldeia, assistir ao vivo à confecção de pratos elaborados por reconhecidos Chefs (Live Cooking) e aproveitar para saborear outras especialidades da região.

Para acompanhar estes sabores e aromas de Outono, é apresentado um conjunto de acções compostas por caminhadas, palestras, mostra de cogumelos, live cooking e animados momentos musicais.

Este é um evento único pois, sob o pretexto do lazer e animação, concentrados em três dias, procura na sua verdadeira essência, evidenciar o património paisagístico, cultural e ambiental do Alcaide e de toda a Serra da Gardunha.

Programa:


Sexta – 19 de Novembro

18h00
Animação de Rua:
Bombos Alcaide
Bombos Donas
Concertinas
Teatro Clube de Alpedrinha
Sebastião & Lyna
Serrabecos
3 Kuaz 4

19h30 Prova de Vinhos – Quinta dos Currais
20h00 Live Cooking – Chef Nuno Queiroz Ribeiro

Animação de Rua:
Pas Probleme
Gzarkuk (Esp)

24h00 Dj on air “…uma performance sonora. Quando a mímica se cruza com a magia da levitação"

Toda a tarde e noite Parque Aventura – Tribolite.aventura

Sábado – 20 de Novembro

Caminhada Cores da Gardunha
10h00 Passeio Micológico – Chef Valdir Lubave
11h30 Prova de Vinhos – Quinta dos Currais

Animação de Rua:
Bombos de Alcaide
Bombos de Lavacolhos
Foles da Beira
Gaiteiros da Lamarosa
Pas Probleme
Teatro Clube de Alpedrinha

17h30 Prova de Vinhos – Quinta dos Currais
18h00 Live Cooking – Chef Nuno Queiroz Ribeiro

Animação de Rua:
Sebastião & Lyna
Nem Fá nem Fum

19h00 Live Cooking – Chef Valdir Lubave (passeio micológico)

Animação de Rua:
3 Kuaz 4
Teatro Agosto
Gzarkuk (Esp)
Uxus Kalhus

24h00 Tochapestana "Os reis do Tecno-Power e do Turbo-Punk"

Todo o dia Parque Aventura – Tribolite.aventura

Domingo – 21 de Novembro

10h00 Passeio Micológico – Gravito Henriques

Animação de Rua:
Bombos Alcaide
Grupo Cantares Escola Secundária do Fundão
Bombos Capinha
Banda Filarmónica União de Santa Cruz (Aldeia Nova do Cabo)

11h00 Live Cooking – Arroz de Cogumelos
11h30 Prova de Vinhos – Quinta dos Currais
13h00 Mega-Almoço

Animação de Rua:
Adufeiras Penha-Garcia
Foles da Beira

16h30 Prova de Vinhos – Quinta dos Currais
17h00 Live Cooking – Chef Valdir Lubave

Animação de Rua:
Grupo Música Popular As Sementinhas (Centro Dia Castelejo)
Teatro Agosto

18h00 Live Cooking – Chef Nuno Queiroz Ribeiro

Animação de Rua:
Sebastião & Lyna
Gzarkuk (Esp)
Concertinas

19h00 Live Cooking – CHAKALL (Road Tour – Lançamento do Livro)

Todo o dia Parque Aventura – Tribolite.aventura


O restaurante da casa Cunha Leal, em frente à igreja, será ocupado pela Escola de Hotelaria e Turismo do Fundão, que terá à disposição vários pratos de fazer água na boca:



Informações completas em: Site Oficial do Festival Míscaros

24ª Cimeira da NATO em Lisboa

quinta-feira, novembro 18, 2010

Ir da China ao Japão e a Taipei... segundo o Google Maps

O Google parece ser um nunca acabar de surpresas, um pouco como aquele baú no sótão dentro do qual, depois de aberto e entre muita tralha, vamos encontrando verdadeiras pérolas.

No último artigo dedicado ao Google partilhei com vocês a originalidade que encontrei ao experimentar pesquisar o nome do nosso primeiro-ministro.

As duas pequenas pérolas que se seguem, obtidas graças à dica preciosa da nossa Ana, dizem respeito ao serviço Google Maps, um serviço que, pelo que podemos ver, consegue pontuar Gigabytes de informação de extrema utilidade com indicações no mínimo... originais e sempre com a China, o nosso novo patrocinador, como protagonista comum.

Assim, quem quiser conhecer a sugestão de percurso do Google Maps para a viagem Japão-China, vai deparar-se a dada altura com uma indicação muito especial no que diz respeito à parte marítima do percurso (cliquem na imagem para ampliar).


Mas se a sugestão anterior nos faz perceber a importância de levar uma bússola e um jerrycan de combustível na viagem, já a indicação número 55 na proposta de percurso entre a China e Taipei torna indispensável uma bóia e um farnel porque, embora nunca o tenha feito...

... acredito que não seja fácil percorrer a nado o mar que separa a China de Taipei.

terça-feira, novembro 16, 2010

Mais algumas fotografias de cogumelos

No percurso de fim-de-semana que resultou na recolha de alguns exemplares bem bonitos (e saborosos) de Lactarius Deliciosus, tive ainda oportunidade de "dar ao dedo" para registar algumas fotos que partilho aqui com vocês, estas dedicadas às colónias de cogumelos. Ao olhar de perto, como disse a Pinkk Candy, parece que estamos num mundo encantado.







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...