terça-feira, janeiro 05, 2010

2009, Um ano do Katano, parte I

Na sequência da nossa já longa tradição iniciada no ano passado, despedimo-nos de 2009 percorrendo aquilo que de mais significativo aconteceu, que é como quem diz, aquilo que foi publicado pelo Blog do Katano, ao longo dos vários meses (aproximadamente 12, mais mês, menos mês) do já saudoso ano transacto.

Como este post pretende evocar um certo sentimento de melancolia e saudosismo, pedimos encarecidamente que o mesmo seja lido ouvindo "The way whe were" de Barbra Streisand ou, para puxar mesmo aquele sentimento de despedida, "Time to say goodbye", na versão Bocelli e Brightman. Agora, se quiserem mesmo ficar de rastos, soltando toda aquela tristeza e sentimento de perda deste ano que se foi, aconselhamos a mãe de todas as canções tristes. "Depois de ti mais nada", de Rudy Perez... perdão, de Tony Carreira. Prontos? Então cá vai.


JANEIRO

O ano de 2009 adivinhava-se um ano difícil em termos económicos e a palavra-chave era "CRISE". Embora a crise ainda não tivesse sido formalmente anunciada, o Blog do Katano antecipava-se e, em mais uma acção de puro Serviço Público, publicitámos aqui um site com a informação dos combustíveis mais baratos para usufruto dos nossos leitores. Como achámos que esta divulgação ainda era pouco, divulgámos também uma oferta de emprego no ramo hortícola, capaz de deixar os mais taciturnos a rir à parva.
Mas como também achámos pouco, decidimos oferecer ao nosso fotógrafo oficial e família os préstimos de um cozinheiro de topo a custo zero.

No Médio Oriente a crise era outra e, achando que não fazia muito sentido levar com um rocket todas as manhãs, Israel decidiu dar um saltinho à faixa de Gaza para ter uma conversa séria com o Hamas, que logo protestou por estar lhe estarem a arrombar a casa sem razão. O jornalismo português, esse, também enfrentava uma grave crise que
obrigava a apertar o cinto, mas só ao que em palavras diz respeito. Numa incursão a Penha Garcia, um voluntarioso e poupado jornalista da SIC decidiu pragmaticamente reescrever a história de Portugal retirando-lhe de uma assentada 200 anos. É caso para dizer que este senhor merecia casar com um muçulmano para aprender o que era bom! Ups...! lá vamos nós levar com um abaixo-assinado...

Mas nem tudo eram más notícias pois este mês marcou o adeus a uma figura ímpar: George W. Bush, o verdadeiro "master of disaster" da cena política mundial. Quiçá para assinalar este momento, o nosso fotógrafo oficial decidiu, numa atitude de arrojo que lhe desconhecíamos, publicar o primeiro número daquela que prometia ser a publicação-choque de 2009 com periodicidade mensal: a National Pornographic. Mais de meio ano depois saiu o nº 2 e entretanto continuamos à espera da 3ª edição.


FEVEREIRO

Confirmando os indícios que deixavam antever um ano de 2009 de intensa actividade dos nossos colaboradores, a Sete_Luas lançou o primeiro de uma série de artigos dedicados à ilha da Madeira e ao esclarecimento de tudo o que tem a ver com o cultivo dos ananases. Continuamos à espera do 2º artigo que deve estar para breve, supomos. Ficámos no entanto a saber que na Madeira não há, como há no continente, nomes de localidades que não lembram a ninguém.

Depois de uma breve consideração sobre a utilidade do RSI, demos um pulo a Itália onde Berlusconi, esse mesmo que se tornou o primeiro cidadão do Mundo a ser agredido com uma catedral, decidiu ser actor no triste caso de Eluana Englaro.
Entretanto, ainda lá por fora, a crise chegava à Rússia, e os comerciantes passaram a fazer promoções que passavam pela oferta de vodka e pepinos, ao fim e ao cabo para permitir aos consumidores beberem para esquecer e... já agora, "pepinar"?
Quem já devia ter participado numa promoção do género foi com certeza o indivíduo que nos tentou esclarecer sobre uma inscrição em Valhelhas.

Como quem vai a Trancoso e Penedono e volta, chegou a noite dos óscares e depois da divulgação da lista de vencedores, em mais um arremedo de Serviço Público, explicámos aqui porque é que afinal os Óscares se chamam Óscares.


MARÇO

Chegado mês de Março, o núcleo duro do Blog do Katano mudou-se de armas e bagagens para a cidade invicta, isto enquanto o fenomenal Amandie dava um pulinho a Tomar e registava o acontecimento em vídeo. Pelo Porto, o núcleo duro do Blog do Katano dedicava-se à exploração do lado oculto da capital do Norte, jogando o jogo do "Procura o Wolverine" e também do "Vamos ver se conseguimos um alojamento que desafie as leis da imaginação para além da ASAE".

Noutras paragens, o Sr. Morais Sarmento decidia copiar sem pedir licença uma foto da autoria de um dos autores deste espaço, mas isso não nos abalou ao ponto de evitarmos mais um arremedo de Serviço Público na forma de um artigo educativo sobre a temática do óleo de fígado de bacalhau e a sua relação com o fenómeno SPAM., nem sequer de nos impedir de visitar o Convento de Cristo de Tomar e a sua Charola, numa visita que mereceu destaque na imprensa local.

Para acabar em beleza depois de um mês conturbado, o Blog do Katano decidiu publicar um artigo sobre o admirável projecto Magic Key e a forma como este permite controlar o computador apenas com o olhar.

A seguir... continuação da revista do ano 2009 com os assuntos que foram abordados pelo Blog do Katano mas agora já sem contar com Janeiro, Fevereiro e Março.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...