terça-feira, junho 13, 2006

Não massacrem mais a bandeira nacional - V - A República


Com a revolução republicana de 5 de Outubro de 1910 e consequente abolição da monarquia, é lançado um concurso para uma nova bandeira nacional tendo surgido um debate nem sempre pacífico. Se muitos pretendiam a manutenção do azul e branco como cores de fundo da bandeira, outros haviam que, sendo adeptos da linha dura republicana, queriam banir essas cores tradicionalmente associadas à monarquia.

A proposta vencedora foi a da bandeira que hoje é usada, sendo uma bandeira inspirada no pavilhão hasteado pelo navio de guerra rebelde "Adamastor" que bombardeou o Palácio das Necessidades e foi aprovada por decreto de 19 de Junho de 1911 da Assembleia Nacional Constituinte.

Aqui, o azul e branco tradicionais foram substituídos pelo verde e vermelho, cores do Partido Republicano Português, enquanto que a coroa desapareceu e foi incluída a esfera armilar manuelina (fazia parte das armas de D. Manuel I) sob o escudo português simbolizando a epopeia marítima portuguesa.

Quanto às explicações tradicionais de cariz mais lendário sobre os elementos da bandeira, a sua origem é incerta mas não será descabido atribuí-las ao Estado Novo que sempre se preocupou em criar uma identidade nacional assente sobre um passado glorioso e uma inabalável fé e conotação cristãs do povo português.

Agora, de certeza que valerá a pena olhar para a bandeira com outros olhos. Conhecer a bandeira e o seu significado é conhecer também um passado com mais de 8 séculos de história (muitas vezes atribulada) e conhecer também a nossa identidade nacional.

Não há na bandeira uma comprovação histórica de qualquer milagre, não há na bandeira qualquer referência religiosa, a chave para a localização do Graal não está na bandeira.

Estamos entendidos?
fontes:



Artigos anteriores:

5 comentários:

seraph disse...

Parabéns pela iniciativa! Isso é que é informar!

JureK disse...

Obrigado pela informação. Eu ainda andava a espalhar esses: "verde de esperança..."

Visconde disse...

Alguma gente realmente não tem nada que fazer...anda um patrão a pagar pra isto...LOL

Nelly disse...

Aprendam qq coisa!:)

js disse...

Quanto às explicações tradicionais de cariz mais lendário sobre os elementos da bandeira, a sua origem é incerta mas não será descabido atribuí-las ao Estado Novo que sempre se preocupou em criar uma identidade nacional assente sobre um passado glorioso e uma inabalável fé e conotação cristãs do povo português.

Não é bem assim. As explicações rebuscadas (ou não) foram dadas por uma comissão então nomeada. Basta ler com atenção os textos do MDN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...