terça-feira, fevereiro 16, 2010

Uma garça-boieira maltratada

Ao início da tarde, encontrei esta garça-boieira pousada num sítio pouco usual e à mercê dos cães que por ali andavam. Ao aproximar-me, apercebi-me de que não conseguia voar e que tinha uma asa magoada pelo que decidi recolhê-la, tarefa que não foi fácil e envolveu ter de descer por uma caixa de escoamento de águas pluviais onde a ave se refugiou em pânico.

Após ter sido secada e limpa, foi-lhe tratada a ferida que apresentava no flanco, junto à asa, e está para já em repouso. Dependendo de como evoluir e do tempo de recuperação, estou a ponderar ir entregá-la a um centro de recuperação de aves. Com um bocado de sorte, em breve poderá voltar à sua colónia que penso situar-se junto à A23, em salutar convivência de vizinhança com a colónia de cegonhas que ali também se estabeleceu.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...