segunda-feira, setembro 07, 2009

As pinturas rupestres da Pala Pinta (Carlão, Alijó)

Para especial agrado da nossa mui estimada colaboradora Sete_Luas, aqui ficam algumas fotografias das pinturas rupestres do abrigo pré-histórico de Pala Pinta, na freguesia de Carlão, concelho de Alijó.

A visita a estas pinturas aconteceu aquando da minha participação, após um simpático convite da Dra Mila Simões Abreu, nas II Jornadas Transmontanas de Arqueologia e 8º curso de Arte Pré-Histórica, em 2005, organizadas pelo Instituto Politécnico de Tomar e pela UTAD. Como não podia deixar de ser, ou não estivesse eu envolvido, teve o seu episódio caricato.

Estava eu sentadinho e quentinho a assistir aos discursos da praxe de uma cerimónia de abertura que se preze, quando comecei a folhear o programa das Jornadas. De repente, ao passar os olhos pelos oradores de domingo (estavamos numa sexta-feira), tive uma súbita sensação de familiaridade pelo que li a lista com mais atenção. Confirmei então, para minha grande supresa, que o meu nome estava nessa lista de oradores e que eu ia apresentar o tema "As Pinturas Rupestres do Colmeal - Figueira de Castelo Rodrigo".

Ainda tentei argumentar com a organização mas perante um discurso intransigente misturado com elogios, ainda por cima frente à comunicação social, não tive hipótese senão aceitar a fatalidade de ter de fazer uma apresentação.

Tive então de pedir a colaboração da Nelly, que me enviou as fotos por e-mail (eu não tinha levado comigo NADA) e, no sábado à tarde, enquanto os participantes se maravilhavam com a arquitectura e a produção da Adega Cooperativa de Favaios, fiquei no Espaço Internet de Alijó a construir a apresentação.

Acabou no entanto por ser um desafio interessante pois, tendo em conta que iria fazer uma apresentação numa sala onde, sobre arqueologia, eu era o menos entendido na matéria, acabei por ter de arranjar uma táctica de diversão. Optei então por aproveitar para falar acerca da aldeia abandonada, com especial enfoque na sua história e com um tom e um discurso de tal forma dramáticos que, a certa altura, arranquei um "Ohhhhhh....!" da plateia (para meu alívio). Ah sim, entretanto também falei sobre as pinturas.

Bom, mas o objectivo deste artigo é mesmo mostrar fotografias das pinturas da Pala Pinta, local que visitámos numa das actividades da tarde de domingo, e por isso cá estão elas. Tratam-se de pinturas desenhadas a ocre vermelho na transição do Neolítico (Período em que o Homem se tornou sedentário) para o Calcolítico (Idade do Cobre), tendo provavelmente entre 4.000 a 5.000 anos.



As amendoeiras em flor



A vista a partir do abrigo das pinturas


O painel principal das pinturas (há outro menos evidente)



As pinturas mais conhecidas do abrigo da Pala Pinta

Levantamento das pinturas da foto anterior. Os motivos radiados são provavelmente representações de corpos celestes.
Fotografia da autoria da CM Alijó. Para ver o desenho completo clicar aqui

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...