quarta-feira, dezembro 28, 2011

Instalar a TDT foi extremamente simples!

O fim-de-semana natalício foi dedicado a mudar o sistema de recepção de televisão em casa dos meus pais do "antigo" analógico para o sistema TDT. Embora conhecesse o sistema na teoria, o que é facto é que não há como a prática para dissipar todas e quaisquer dúvidas.

A questão fundamental era se a mudança para a TDT iria ou não implicar ajustes ou substituição de antena. A resposta foi NÃO! Eu tinha disponível um descodificador Iberosat e tinha pela frente dois televisores, um deles um CRT (as nossas televisões clássicas com ecrã convexo) com meia dúzia de anos e o outro um LCD com menos de 2 anos. No entanto, este último já estava preparado para receber o sinal TDT, designada nas especificações como DTV.


Comecei pelo CRT. Liguei o descodificador à televisão com um cabo SCART, desliguei o cabo de antena da televisão e liguei-o ao descodificador, liguei a alimentação e... foi quanto bastou! Ao ligar o descodificador e o televisor constatei que todos os canais já estavam sintonizados de 1 a 4, sendo que o "zapping" passou a fazer-se com o comando do descodificador. A qualidade da imagem era excelente quando comparada com a anterior, até porque a antena, com o passar dos anos, tinha-se desalinhado um pouco.


Foi surpreendente verificar que, segundo a área de diagnóstico do descodificador, a qualidade do sinal era de 56%! Quase tão surpreendente quanto verificar que o descodificador trazia uns jogos incorporados, nomeadamente o Tetris e o Sudoku. Não sei se a qualidade do sinal é a qualidade possível ou se um ajuste de antena poderá aumentá-la mas, pelo que vi, essa preocupação é secundária.

Em relação ao LCD, bastou fazer uma sintonização automática de canais e, à semelhança do que aconteceu com o descodificador que liguei ao CRT, os canais ficaram logo sintonizados de 1 a 4, com a particularidade de ter ainda ficado sintonizado um 5º canal que, pelo menos para já, não transmite nada.


Quando não há sinal... recorre-se a uma parabólica!

No entanto, a localização geográfica terá facilitado em muito o trabalho. Noutras paragens, em casa de familiares, pude verificar que apesar de se ter ligado um descodificador razoável e de se ter trocado e orientado a antena, o sinal continuava a não ser grande coisa, pelo que foi necessária a instalação de uma antena parabólica.

Em suma, se morarem num local com boa cobertura de sinal e se tiverem um televisor que ainda não esteja preparado para tal, para aderirem à TDT basta comprar o descodificador e ligá-lo à televisão, um por cada televisor. Se o descodificador tiver o Tetris e o Sudoku, melhor ainda!



Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...