sexta-feira, novembro 13, 2009

Como surgiu a expressão "Para inglês ver"?

Já aqui tinha abordado a origem das expressões populares "Viver à grande e à francesa", "Ir para o maneta" e "Ficar a ver navios", expressões que tiveram a sua génese na 1ª Invasão Francesa em 1807. Ainda durante o século XIX surgiria a expressão "Para inglês ver" que se refere a algo que serve apenas de fachada e que não tem qualquer utilidade efectiva.

Esta expressão terá tido a sua origem em 1831 no Brasil, independente desde 1822. A Inglaterra, então a potência económica e militar predominante a nível Mundial, acabara de abolir a escravatura e procurava fazer com que essa proibição se estendesse a todos os países com os quais mantinha relações, entre eles o Brasil. Ora isto colocava o jovem país perante uma crise grave uma vez que dependia economicamente da Inglaterra e, por outro lado, assentava o seu processo produtivo de café e açúcar, os produtos mais exportados, na mão de obra escrava que provinha de África.

Apesar de tudo, seria promulgada em uma lei em 1831 no sentido de abolir a escravatura embora a sensação generalizada fosse que aquela lei nunca seria para cumprir e que era apenas para agradar aos ingleses, como efectivamente veio a acontecer. Seria necessário esperar mais 20 anos para que a abolição da escravatura no Brasil passasse a ser uma realidade por decreto do Imperador D. Pedro II.

Curiosamente, esta tradição parece ter persistido no sistema legal brasileiro pois, quando é promulgada uma nova lei que choca um pouco com o estado das coisas, é costume comentar-se "Será que a lei vai pegar?"

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...