sábado, abril 19, 2014

A imagem do fim-de-semana

Campanário e sepulturas da Capela de São Pedro de Vir a Corça. 

Situada em Monsanto, à volta desta capela do século XII ou XIII abundam vestígios de época romana, o que deixa supor a cristianização de um anterior local sagrado pagão. O facto deste templo cristão estar destacado do templo não é incomum mas não deixa de ser ser curiosa a escolha do local onde foi implantado, como se estivesse em permanente equilíbrio precário.

O sino já desapareceu há muito, como se se quisesse preservar o silêncio e a paz que se sentem neste lugar sagrado, cujas raízes são mais profundas que a memória.

As sepulturas e o campanário

O campanário em destaque

E para uma noção da escala...

A lenda de São Pedro de Vir a Corça

O curioso nome do local é explicado por uma lenda. Diz-se que junto ao campanário viveu em tempos um eremita, de nome Amador, que um dia encontrou um recém-nascido abandonado. Como não tinha forma de alimentar o desafortunado bebé, pediu a Deus que o ajudasse e este enviou-lhe um corça para amamentar a criança. O animal continuou a alimentar o recém-nascido várias vezes por dia até atingir uma idade que lhe permitiu finalmente alimentar-se pela mesma dieta de frutos e vegetais do eremita.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...