segunda-feira, abril 18, 2011

Pelos Pirinéus II * - A cidade de Pamiers

Poderao estranhar o facto de começar este relato pelo capitulo 2 sendo este o primeiro artigo mas o que é facto é que o primeiro artigo que queria escrever, contando as peripécias de 20h de viagem de comboio e autocarro, conteria demasiada prosa para ser escrita num computador com teclado AZERTY (nao sei como é que esta gente consegue sobreviver com teclados destes!). Sendo assim, sera o ultimo artigo da série no qual irei dissertar sobre os beneficios de se proibir o consumo de bebidas alcoolicas em comboio.

Ora bem, depois de chegar à bonita cidade de Toulouse, cidade celebrizada pelos U2 no refrao da cançao With or Without You (é a piada possivel), fui obrigado a deixar o comboio e a troca-lo pelo autocarro, pelo facto da linha que segue para Sul se encontrar em obras.

Seguiu-se uma paragem na cidade de Pamiers, paragem essa que me obrigou a ficar 2h na cidade à espera da ligaçao seguinte para Tarascon-sur-Ariège. Com a estaçao de caminhos de ferro fechada e com duas horas pela frente, nao desisti de ir dar um passeio pelo centro historico da localidade, mesmo que isso significasse transportar todas as bagagens comigo. Confesso-vos que nao foi nada facil até porque, para além da inclinaçao do terreno, o Sol, tal como hoje, estava torrido! Apesar de tudo, valeu a pena.

A toponimia encontra-se em frances e em "occitano", com os nomes actuais e antigos das ruas, outrora a lingua falada em todo o Sul de França e parte de Italia, mas que hoje apenas é falada na Catalunha.


Torre sineira da catedral de Pamiers (Século XVII)


Um jardim junto a catedral. A minha presenca foi mal recebida por um casal de jovens enamorados que aqui se encontrava, talvez pelo constante barulho do trolley.


Torre da Moeda. Ultimo vestigio da Casa da Moeda de Pamiers... que nunca chegou a cunhar moeda apesar do investimento que foi feito nesse sentido. Por momentos tive aqui uma certa sensaçao de portugalidade.


Uma fachada antiga bem restaurada junto à Torre da Moeda


E para finalizar, um pequeno apontamento de ironia. "Défense d'Afficher" - Afixaçao proibida. Pois claro que sim...

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...