segunda-feira, julho 06, 2009

Recordando o Super Blog Awards, o concurso mais desorganizado em que este blog participou

Cumpriu-se na passada quarta-feira 1º aniversário de uma data importante para este blog. Então, há um ano atrás, terminava a primeira fase do concurso Super Blog Awards, à qual os leitores e amigos deste blog aderiram de uma forma fantástica, catapultando o Blog do Katano para a segunda fase, a fase da escolha por um júri, que haveria de levar à conquista do prémio para Blog Pessoal do Ano, prémio esse que consistia num cartão-oferta com um saldo de 500 Euros.

Contudo, assim que terminou o concurso, estávamos longe de imaginar que teria início uma verdadeira odisseia para receber o prémio...

Assim, mal foi divulgada a lista de vencedores, divulgação essa que chegou a causar grande polémica, a Super Bock enviou um e-mail anunciando o facto e prometendo mais novidades sobre o prémio para breve. Chegou horas mais tarde um e-mail contendo as instruções para a colocação do dístico que ainda se encontra ao lado mas informações sobre o prémio nunca chegaram a ser enviadas.

Esta situação arrastou-se até que, já em plena quadra natalícia e nunca mais tendo tido notícias da Super Bock, enviei um e-mail perguntando se o prémio chegaria antes do Natal, e-mail esse que não teve resposta. Insisti já em Janeiro e aí obtive finalmente sinal de vida (eu que já estava pronto a ligar para o 112 para enviarem uma ambulância e também muito desodorizante para as instalações da Unicer). Na resposta ao meu e-mail, procuraram tranquilizar-me dizendo-me que não seria possível entrega o prémio antes do final do ano (aí assustei-me pois ainda só estávamos no 5º dia de 2009 mas depois deduzi que fosse erro) e que em breve entrariam em contacto comigo.

O tempo passou e, um mês depois, continuando sem notícias, fui informado pelo Visconde que o seu prémio já havia chegado. Aguardei alguns dias e como não apareceu na caixa de correio, contactei os restantes vencedores que me confirmaram que já tinham também recebido o seu prémio. Aí pensei "Tu queres ver que, derivado das minhas perguntas incómodas, eles resolveram fazer birra?" e daí, entrei em contacto com a Super Bock a 11 de Fevereiro, perguntado se havia algum motivo para o atraso na entrega do meu prémio. Na resposta, que pela primeira vez foi dada em apenas cerca de 3h e sem necessidade de repetir e-mails, recebi um e-mail extremamente lacónico:

Boa tarde,

Tal como poderá verificar na informação fornecida pelos CTT:

<Aqui inseriram um printscreen das informações do registo da carta obtida no site dos CTT>

O seu prémio foi enviado e não foi entregue na morada indicada, por esta se encontrar encerrada.

Logo, teria de ter sido levantada nos CTT.

Em principio ficará na estação de correios mais próxima durante 5 dias úteis, ou seja até à próxima sexta-feira.

Deverá, por isso, dirigir-se à estação de correios mais próxima da morada indicada e indicar o númeor (sic) de registo da encomenda:

<Aqui inseriram o número de encomenda>

Caso não seja levantado, o prémio será devolvido.

Cumprimentos Autênticos,

Marketing Super Bock


Se fiquei surpreendido pela rapidez de resposta e pela confirmação de envio da encomenda, mais surpreendido fiquei ao verificar que a encomenda se encontrava numa estação dos CTT de... Viana do Castelo, um pouco longe da estação de CTT da Avenida da Liberdade no Fundão, local onde eu esperaria poder levantar essa mesma encomenda.

Claro que a minha primeira preocupação foi dirigir-me ao site da Super Bock para confirmar os dados relativos à morada no meu registo e lá, tal como eu havia introduzido, a morada estava correcta. Enviei pois um e-mail aos Incompetentes Autênticos da Super Bock, com um screenshot do meu registo e perguntado, já que a morada constante do meu registo era do Fundão, porque carga de água o prémio havia sido expedido para Viana do Castelo. Este e-mail foi enviado ainda em 11 de Fevereiro e ainda hoje aguarda resposta...

Valeu-me no entanto a disponibilidade e enorme gentileza do Sr Fernando Rocha, chefe de estação dos CTT de Viana do Castelo, com o qual pude conversar via telefónica, que compreendeu a situação e moveu as diligências necessárias para que o prémio pudesse ser levantado sem mais problemas pela Ana, isto após um envio do postal de encomenda que teve de ser assinado por mim e reenviado por correio e que entretanto, em Correio Azul, demorou 3 dias a chegar ao destino. Deixo contudo uma palavra de apreço ao Sr. Rocha, um verdadeiro exemplo de Profissionalismo Autêntico com o qual algumas pessoas poderiam aprender!

O prémio finalmente acabou por chegar às minhas mãos, a 26 de Fevereiro, e reservava ainda uma outra surpresa. Ao abrir o envelope, pude encontrar o dito cartão-presente com o saldo de 500 Euros e uma carta de parabenização no mínimo... enfim... palavras para quê?

Vale a pena clicar para ampliar

Ao ler a carta, não pude deixar de me rir e de recordar uma frase da descrição dos Super Blog Awards:

Os Super Bock Super Blog Awards são uma homenagem a ti e a todos quantos, diariamente, celebram a língua portuguesa em total liberdade de expressão e ajudam a criar uma nova Internet, a Web 2.0.



Nota do Katano: Este artigo já estava para ser publicado desde Fevereiro mas, por um motivo ou outro, nunca o chegou efectivamente a ser. Ainda assim, numa altura em que se cumpre o primeiro aniversário de uma data relevante de um concurso que prometeu ser anual e terminou na sua primeira edição, achei que o episódio em si consegue ser intemporal e cómico. Não é que eu seja mal agradecido, pelo contrário, pois a Super Bock ajudou a divulgar o Blog do Katano e fez com que conquistasse o título de Blog Pessoal do Ano mas, ainda assim, penso que os "bloguistas" do concurso mereciam mais respeito. Quanto ao prémio, já foi gasto e bem gasto!

Cumprimentos Autênticos do Katano

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...