quinta-feira, julho 23, 2009

A Loba do Capitólio

A Loba do Capitólio é uma figura que habitualmente associamos ao universo quase mítico da Roma Antiga e que simboliza a fundação da "Cidade Eterna". Segundo esse mito, uma criação propagandística romana, Rómulo e Remo eram gémeos filhos de Marte e descendentes, pelo lado da mãe, de Eneias o herói descendente de Vénus, que escapara à queda de Tróia (há quem diga que o Brad Pitt teve algo a ver com isso) e haviam sido abandonados para morrerem. Contudo uma loba alimentou-os até serem adoptados por um casal de pastores e, mais tarde, Rómulo acabaria mesmo por fundar a cidade de Roma (matou o irmão no processo mas isto é um pormenor).

Voltando ao conjunto da estátua da loba, esta não é uma composição original. Aquilo que se sabia desde há muito é que a loba seria uma estátua estrusca (povo que predominou na península itálica antes da ascenção de Roma) enquanto os gémeos eram uma adição renascentista do século XV. No entanto parece que afinal a loba nem é etrusca mas sim medieval, de construção algures entre os séculos XIII e XIV (uma diferença insignificante de pouco mais de 1.500 anos portanto).

Quando virem filmes sobre a Roma Antiga e perceberem a presença da Loba do Capitólio, já sabem que estão a assistir a um erro histórico crasso! No entanto, o seu papel de ícone cultural da história de Roma e, implícitamente de Itália, permanece inabalável embora se deva agora situar ao nível do "nosso" Galo de Barcelos.

Obrigado ao Bruno Af. pelas dicas

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...