quarta-feira, maio 06, 2009

Pelos museus de Belmonte II - O Museu dos Descobrimentos

Prosseguindo a nossa visita pelos museus da Vila de Belmonte, entrámos no novo Museu dos Descobrimentos, inaugurado no passado mês de Abril e instalado junto ao antigo Solar dos Cabrais e em frente ao Ecomuseu do Zêzere. Trata-se de um museu diferente, único em termos nacionais, muito bem implementado e onde, ao longo do seu percurso, os visitantes são imersos numa experiência extremamente interactiva e com forte integração multimédia.

Através das várias salas, cada uma delas mais surpreendente que a anterior, o visitante começa por conhecer Belmonte antes de iniciar a sua "viagem" pelo tema dos Descobrimentos que começa por uma pequena sala, com as datas mais marcantes dessa epopeia que, quando pisadas, desencadeiam uma animação projectada na parede que exibe a rota seguida pelos navegadores e uma breve descrição do acontecimento. 

Depois de conhecer o contexto social de Lisboa nos séculos XV e XVI, o visitante tem então contacto com todo o ambiente de preparação de uma armada e do dia-a-dia num navio durante uma viagem, passando depois por outra sala onde se evocam os diversos perigos a que os navegadores estavam sujeitos. Antes ainda, há tempo para conhecer em pormenor a armada de Pedro Álvares Cabral, culminando na descoberta do Brasil.

A partir daí, o museu é dedicado à relação entre Portugal e o Brasil e os aspectos da construção deste último país, desde o primeiro contacto com os ameríndios, onde o visitante tem oportunidade de trocar presentes com um nativo virtual, passando pela diversidade de fauna e flora, antes de se abordar os temas da escravatura e da imigração que se lhe seguiu. 

Os aspectos culturais do Brasil (língua, música, as cores,...) culminam a viagem que, para permitir dedicar alguma atenção ao que se encontra exposto, está estimada em cerca de 3 horas.

Em jeito de conclusão, só posso dar os parabéns a Belmonte e às pessoas que contribuiram para este muito interessante museu, isto apesar de não ter tido oportunidade de experimentar todos os recursos dado que alguns estavam ainda indisponíveis ou simplesmente desligados.




A sala onde é dado a conhecer o dia-a-dia dentro de um navio, com um ambiente de vento e sons bem característicos, através de vários painéis multimédia tácteis.


O Primeiro Contacto. Aqui o visitante tem oportunidade de interagir com um ameríndio virtual, trocando presentes com ele. Pena que faltasse a raquete para a interacção...


A biodiversidade brasileira. As espécies animais e vegetais estendem-se a perder de vista.


O mar na sua imensidão? Perigos de uma viagem? Nesta sala onde apenas existe um planisfério sobre o qual estão dispostos alguns pufes, e uma tela curva para projecção, esta última estava desligada...


A sala da palavra ou os termos novos que resultaram do "casamento" entre a língua portuguesa e os dialectos locais.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...