segunda-feira, março 10, 2008

Para lá de Santarém...

O Lisboeta é por definição um mar de contradições e com uma sapiência no campo da geografia que faz dele uma espécie de cidadão estado-unidense em Portugal, ou seja, sabe onde fica a sua cidade, consegue estabelecer com um grau de erro de 200km onde se localiza a capital mas, quanto ao resto, tudo é uma grande incógnita. Bom, neste particular o Lisboeta, com alguma sorte, leva vantagem uma vez que a sua cidade e a sua capital são exactamente a mesma coisa (só é preciso é que saiba disso).

Tenho para mim que, o verdadeiro alfacinha, é aquele para quem o país para lá de Vila Franca de Xira é uma imensidão de território desconhecido, mais indefinido ainda do que o português de Joe Berardo ou a sapiência científica de Lili Caneças.

Pois bem, na última sexta-feira vi esta minha convicção sofrer um abalo quando tive a oportunidade de receber a visita de uma simpática equipa de vistoria do sistema informático, vinda directamente de Lisboa, o que, após 5 anos, constitui um evento notável.

Durante o almoço, tive de saciar a minha curiosidade sobre o tema pelo que não resisti a questionar a delegação sobre o seu histórico de visitas á Beira Interior.

A resposta de um deles, lisboeta de gema e com aproximadamente 25 anos, foi simplesmente "Bom, para mim é a primeira vez. Nunca passei de Santarém!".

Confesso que foi difícil não soltar uma sonora gargalhada.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...