sábado, maio 23, 2009

O meu nome é Marinho Pinto e este é o Jornal Nacional

"Quem a põe aqui devia ter vergonha. Esta estação merecia uma jornalista com mais respeito pelas regras deontológicas"

O Jornal Nacional de ontem na TVI(ntragável) foi sem dúvida memorável quando, a partir do momento em que Marinho Pinto, bastonário da Ordem dos Advogados, se irritou com as acusações de Manuela Moura Guedes, a entrevista descambou para uma acesa troca de argumentos.

Num noticiário que começou, como habitualmente, com uma notícia sobre José Sócrates, Manuela Moura Guedes entrevistava Marinho Pinto quando o apelidou de bufo, no âmbito das alegadas irregularidades de advogados que o bastonário havia denunciado.

A partir daí foi o bom e o bonito, com granadas a voarem e a caírem intensamente em ambos os lados da mesa e com o bastonário a acusar a pivot de praticar um péssimo jornalismo.

Independentemente de quem tenha ou não razão, acho digna de um louvor esta "explosão" de Marinho Pinto que, pela primeira vez, definiu com rigor e frontalidade aquilo que tem sido praticado naquele auto de fé camuflado que é o Jornal Nacional.


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...