terça-feira, março 04, 2008

A segunda vida da Quinta da Fórnea II



A estação arqueológica da Quinta da Fórnea foi esta semana tema de notícia no Jornal do Fundão.

Em relação ao que já foi anteriormente referido neste blog, a reportagem acrescenta que foi descoberto um hipocaustum, um sistema de aquecimento que funcionava por baixo do piso da construcção, que era suportado por uma estrutura de pilares de tijolo, e que aquecia o espaço por meio de uma fornalha e tijolos ocos nas paredes.

Este tipo de sistema de aquecimento aparece geralmente associado a tanques de banho, destinando-se a aquecer a água para o banho quente, o caldarium.

No mesmo artigo a arqueóloga da Câmara Municipal de Belmonte convida os interessados a ir ao local visitar as ruínas e assistir aos trabalhos de escavação, tratando-se esta de uma oportunidade única de poder ver como decorre uma escavação arqueológica e, caso haja essa disponibilidade por parte dos arqueólogos, de ter uma explicação detalhada do espaço.

Imagem retirada de www.rutavadiniense.org

4 comentários:

São Rosas disse...

Já temos para a próxima visita ;O)

São Rosas disse...

E olha que ficava muito bem uma leitura erótica deste hipocaustum... no blog porcalhoto... cof... cof... cof... cof... cof... cof...

Caetano disse...

Ah doidivanas! O tempo aperta mas vou procurar efectuar uma publicação ainda esta semana.

Beijoca na passaroca

São Rosas disse...

Efectua, efectua, que eu sou funda mas sou apertadinha ;-)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...