segunda-feira, janeiro 04, 2016

Assim começou 2016

Foi com uma caminhada nocturna a solo na Serra da Gardunha, entre Alpedrinha e Alcongosta, com uma chuvinha miudinha a desencorajar o passo lento e um nevoeiro cerrado que tornava a noite ainda mais escura, que comecei o ano de 2016.

À chegada a Alcongosta, com a luz do dia a despertar finalmente, soube bem a paragem obrigatória no centro da aldeia, no estabelecimento do Sr Luís, para descansar um pouco e beber um café, isto enquanto aguardava pelo grupo que se haveria de juntar a mim para o regresso a Alpedrinha.


A palavra "Gardunha" foi a que mais usei no Facebook em 2015. Nada mais justo que seja ela também a primeira protagonista de 2016.



Início do percurso em Alpedrinha, aqui na subida junto ao Palácio do Picadeiro


A sombra do caminheiro, projectada pela iluminação do Palácio do Picadeiro.


Pela calçada antiga, junto à capela de S.Sebastião, já na saída da vila.


Na Gardunha, foi sempre à luz da lanterna, demasiado curta no seu alcance devido à chuvinha e ao nevoeiro.


Chegada a Alcongosta, já com a luz da aurora.


Regresso a Alpedrinha, agora já com companhia.


As sinuosidades da Via Antiga. Romana, medieval ou moderna, que interessa? É um dos percursos mais bonitos da Gardunha.


Obrigado 2015! Seja bem-vindo 2016!

Terminou 2015, um ano que deixa fantásticas recordações, das quais a viagem ao Peru com a caminhada pelos Andes até Machu Picchu será sem dúvida um dos pontos mais altos (recordar aqui). Foi também em 2015 que fui incumbido da responsabilidade vitalícia de apadrinhar uma sobrinha simplesmente linda (carga genética a funcionar!) e, até agora, tem sido uma experiência extremamente gratificante. 

Entre os desafios proporcionados pela presidência dos Caminheiros da Gardunha, os do primeiro ano da nova actividade profissional, que levaram a uma valorização curricular e pessoal inesperadas e, finalmente, o facto de fazer parte da comissão de festas da aldeia da minha infância, posso dizer que o ano foi bastante preenchido, apesar de ter sobrado pouco tempo livre para dedicar a projectos mais pessoais.

Contas feitas, foi um ano memorável!

2016 será ano de fecho ciclos e início de outros. Será um ano que trará consigo o tempo de dedicar energias aos projectos que até agora têm vindo a ser adiados e cujos desafios aguardo ansiosamente.

O melhor da chegada de um novo ano é sem dúvida o renovar de energias que traz consigo. Refresca-se a determinação e tudo o que fica para trás passa a ser um precioso património de aprendizagem que nos guia no que está para vir. As resoluções de ano novo são o compromisso simbólico, que assumimos com nós mesmos, de repensar caminhos, de decidir direcções que levam a novos objectivos.

Seja muito bem-vindo 2016! Feliz ano novo para todos!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...