domingo, julho 28, 2013

Tourada SangriAgosto - E-mail enviado ao presidente da ACICF

Ao ter conhecimento que a Associação Comercial e Industrial do Concelho do Fundão assumia sozinha a organização da tourada e a sua inclusão no programa do festival SangriAgosto, embora tenha ouvido noutras fontes que se tratou de uma proposta de um particular, assumindo portanto uma atitude unilateral, à revelia dos restantes parceiros da organização do festival SangriAgosto, questionei abertamente esta situação na página Facebook da instituição. De forma reiterada, limitaram-se a ignorar as minhas questões, atitude que não se coaduna com a transparência e frontalidade com que uma instituição desta importância devia pautar a sua linha de acção.

Sendo assim, enviei um e-mail dirigido a Rogério Hilário, presidente da ACICF que aqui reproduzo:

Exmo Sr Presidente da ACICF, Dr Rogério Hilário

Já várias vezes coloquei as mesmas questões na página Facebook da ACICF mas a resposta tem sido apenas o ignorar das minhas interpelações, atitude que não se coaduna com o comportamento esperado por uma instituição que age de boa fé e à luz da transparência. Sendo assim, decidi entrar em contacto consigo por esta via, para finalmente procurar obter as respostas que pretendo.

Enquanto cidadão do Fundão fiquei estarrecido ao ser confrontado com a realização de uma tourada da responsabilidade da ACICF e, pior ainda, integrada no festival SangriAgosto, um festival do qual eu tinha até agora a melhor das impressões, tendo inclusive tido a oportunidade de o exprimir publicamente no ano passado. O SangriAgosto 2012 foi sem dúvida um sucesso e por esse facto, felicito-o. Já a "originalidade" da inclusão de uma tourada no SangriAgosto deste ano é uma completa inversão da imagem do SangriAgosto, alterando por completo a conotação do próprio nome do festival.

É para mim profundamente decepcionante assistir à entrada do nome da cidade do Fundão na negra lista das cidades onde ainda se pratica este espectáculo bárbaro e sangrento, espectáculo esse que não se coaduna em nada com a imagem de uma cidade virada para o futuro que o Fundão tem procurado construir. 

Por outro lado, o argumento comum de justificação das touradas, de que se trata de uma tradição, não colhe no Fundão. A tourada é completamente estranha à matriz das tradições desta cidade.

A tourada ainda não começou, Senhor Presidente, mas a primeira e mais profunda estocada já foi dada, ferindo de morte o festival SangriAgosto (infeliz coincidência de nome!) e denegrindo no processo o Festival Cale, que acontece em simultâneo. A responsabilidade disso recai sobre si, Senhor Presidente, enquanto organizador da tourada.

Sabe certamente o Senhor Presidente que as touradas têm vindo a ser proibidas em regiões de tradições tauromáquicas pela consciencialização que se tem tomado da barbárie que lhes está inerente. A evolução de mentalidades permitiu aí a percepção que uma tourada não é mais do que um aglomerado de sessões contínuas de tortura de animais para simples diversão. Que valores morais pode uma tourada transmitir? Que é legítimo torturar animais para nossa própria diversão?

Só num país como o nosso é que se penalizam os maus tratos a animais e, ao mesmo tempo, se permite a continuação das touradas mas, em pleno século XXI, a mais de 2.000 anos de distância da génese das touradas nas bem tradicionais arenas romanas, era de esperar que o bom-senso das figuras públicas, que como o Senhor Presidente ocupam cargos de responsabilidade, permitisse compensar as lacunas e contradições da lei. Puro e utópico engano. 

É por isso, e mais uma vez, ao abrigo da minha qualidade de cidadão do Fundão, que sente e ama a sua cidade, que lhe pergunto a si directamente e à luz daquilo que entendo ser a missão da ACICF:

O que tem a ver uma tourada com a dinamização do centro antigo do Fundão?

De que forma vai beneficiar o comércio tradicional do Fundão? 

Em que estratégia de promoção do nome do Fundão se insere esta iniciativa? 

Porque avançaram para a realização da tourada quando já sabiam à partida que esta iria ser fracturante e provocar divisões no seio da população do Fundão, contrariando por completo o papel agregador do SangriAgosto?

Fico pois a aguardar as suas respostas Senhor Presidente, pois entendo que enquanto fundanense tenho direito a elas. Eu e todos os cidadãos que não concordam com esta tourada.

E já agora, porque ainda vai a tempo, espero que ponha a mão na consciência e tome as necessárias diligências no sentido de corrigir aquilo que foi sem dúvida uma tremenda precipitação da sua parte.

Despeço-me com cordiais cumprimentos

David Caetano

Se quiserem também expressar o vosso repúdio por esta iniciativa, poderão usar os seguintes contactos da ACICF:

Morada:
Associação Comercial e Industrial do Concelho do Fundão
Rua Dr. Teodoro Mesquita, 37
6230-355 Fundão

Telefones: 275 773 380 e 275 752 167

Fax: 275 773 664

E-mail da ACICF é acicf@acicf.pt

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...