terça-feira, setembro 18, 2012

Algumas fotografias do festival "Chocalhos" 2012

Desta vez, e por força das circunstâncias, não tive oportunidade de experimentar a noite dos Chocalhos e portanto, a minha vistia a Alpedrinha resumiu-se a uma breve incursão vespertina dominical que, ainda assim, deu para regalar os olhos... e a barriga, claro! Porque o festival é acerca da Transumância, foi muito gratificante ver os efeitos, ainda que para já muito simbólicos, da adesão do Fundão à Grande Rota da Transumância, nomeadamente com a presença no Chocalhos da Guarda, Idanha-a-Nova, Castelo Branco e... Malpartida de Cáceres, povoação extremenha onde se fez um trabalho verdadeiramente notável neste campo. 

Voltando ao lado mais "mundano" dos Chocalhos, aqui ficam alguns instantâneos registados na tarde de Domingo:


"Bombistas" por todo o lado no largo do Chafariz de D. João V!


O mesmo cenário mas em ângulo inverso, como nos jogos de futebol televisionados.


Quase se consegue imaginar o Vitorino a cantar "Ovelha, estás à janela...!"

Barraquinhas, tascas, bancadas e património histórico são inseparáveis durante os Chocalhos.


Idem aspas

O "nosso" esparteiro José Martins Mendes, o "Zé da Encarnação" de Alcongosta, que, praticamente com 90 anos, continua a praticar a sua arte intemporal. Uma das suas peças foi premiada com o título de melhor peça de artesanato deste festival.

O Palácio do Picadeiro onde fomos encontrar a recém-devolvida imagem de São Jorge.

E, para fechar, algo completamente diferente: "Sob a Égide do Estado Novo"

Até para o ano!

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...