domingo, julho 29, 2012

Porque há artistas imbuídos da verdadeira macheza

Estávamos ontem tranquilamente a gravar mais uma edição do nosso programa de rádio quando, ao olhar para o lado, avistámos o último trabalho de João Marcelo, o notável cantor brasileiro. Não conhecem o João Marcelo? Pois, nós também não. Seja como for não interessa para o caso.

Este bem colorido álbum contém temas com títulos bem sugestivos como "Se vocês fosse por mim", "Vidas na contra mão", "Eu nasci assim", "Caminhoneiro", "Pra quê conversar" e "Aguenta coração (versão nova)".

Trata-se portanto de um individuo que conhece de perto as vicissitudes do amor e que definiu com rigor o papel que o homem deve ter numa relação, o de um homem macho, tipo camionista, que não perde tempo com palavras, que conhece as agruras dos choques frontais, que é fiel aos seus princípios e que sabe perfeitamente que, homem que é homem, não faz mas manda fazer. Notável, sobretudo se tivermos em conta o último título, que sugere que se trata de um indivíduo teve de colocar um pacemaker.

Este é portanto um verdadeiro manual de vida para qualquer indivíduo que goste de evidenciar a sua macheza romântica.

Contudo, o que mais salta à vista é mesmo o sugestivo título "Surra de amor" que dá logo a entender que João Marcelo é um homem que não se coibe, se a ocasião se apresentar, de lutar pelo seu amor... ou contra o seu amor... ou os dois ao mesmo tempo, talvez.

Para todos aqueles que quiserem conhecer mais do trabalho deste notável artista e adquirir este não menos notável álbum, deixamos aqui uma fotografia da capa do CD.



Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...