quarta-feira, dezembro 14, 2011

Prémios APOM 2011 - Museu Arqueológico do Fundão de novo entre os melhores!

Naquilo que é mais uma prova da qualidade do trabalho desenvolvido pela sua equipa, o Museu Arqueológico Municipal José Monteiro do Fundão foi na passada Segunda-feira galardoado com o prémio de Melhor Serviço de Extensão Cultural da Associação Portuguesa de Museologia (APOM) na gala que premiou as instituições que mais se distinguiram na área de museologia em 2011.

Momento da entrega do prémio no auditório do BES

Este galardão, recebido ex aequo com o Museu do Café em Campo Maior e com o Museu Nacional do Traje, constitui o 3º mais importante da APOM, a seguir ao prémio de Melhor Museu e ao de Melhor Exposição Permanente, foi atribuído ao Museu Arqueológico do Fundão em reconhecimento da excelência do serviço educativo que tem prestado em vários projectos que tem vindo a desenvolver, participando activamente na formação da juventude escolar e académica e colaborando nesse sentido com várias instituições, tanto a nível local (com a Escola Secundária do Fundão) como a nível nacional ou internacional, sendo de destacar as parcerias com universidades de Lisboa, Porto, Coimbra, Salamanca e Madrid.

As campanhas de escavações arqueológicas têm tido a participação activa de muitos jovens voluntários durante o período de Verão.

A biblioteca do Museu, aberta a qualquer cidadão que pretenda consultar uma obra ou utilizar um dos computadores disponíveis.

Depois da Menção Honrosa no prémio para o Melhor Museu Nacional em 2008 e do prémio para o Melhor Trabalho Museológico no ano passado, o Museu Arqueológico do Fundão torna-se assim, apesar do seu relativo curto tempo de vida, um dos museus mais premiados em Portugal. O Concelho do Fundão e as suas instituições e representantes podem pois orgulhar-se de ter aqui um dos museus mais activos e reconhecidos do país que, apesar de tudo, parece-me ser mais valorizado "lá fora" do que na própria cidade onde se encontra.


A Beira Interior em grande nos prémios APOM 2011

Para além do Museu Arqueológico do Fundão, outras entidades da Beira Interior foram também distinguidas noutras categorias:

Inovação e Criatividade: Projecto das Actividades Comemorativas do Centenário do Museu Francisco Tavares Proença Júnior, Castelo Branco;

Melhor Catálogo: Carolina Beatriz Ângelo - Museu da Guarda;

Melhor Site: Museu do Côa;

Prémio Informação Turística / Visitante: Promoção Turística da C.M. de Vila Velha de Ródão, ex aequo com o Castelo de São Jorge (Lisboa) e Promoção de Turismo Cultural na cidade do Funchal.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...