sexta-feira, fevereiro 26, 2010

Mensagem de Parabenização - A vingança

Eu não sei se ouviram dizer por aí mas, o Caetano faz anitos hoje...

Ora, em jeito de vinga... quero dizer homenagem, e em nome de todos aqueles que nos seguem (tenho a certeza) deixo ficar o terrí... maravilhoso hino de parabenização do Katano, tradição muito amada pelos leitores deste blog mas não tanto pelos seus ouvidos...

Agora a sério, Parabéns Caetaninho, que contes muitos e felizes... :) (:








(Nota de Rodapé: obrigada ao distinto "anónimo" que possibilitou a relização desta "surpresa"...)

quinta-feira, fevereiro 25, 2010

Tragédia na Madeira: um desastre anunciado há 2 anos



No programa televisivo Biosfera, da RTP2, anunciava-se já em Abril de 2008 o perigo que as enchentes representavam na ilha da Madeira, especialmente na zona do Funchal, denunciando a forma como as autarquias estavam a desrespeitar as zonas de protecção das ribeiras e a estreitar e obstruir o seu leito com construções.

Depois do desastre, e tendo em conta o que há muito se sabia, será legítimo dizer que a culpa foi da chuva?

terça-feira, fevereiro 23, 2010

We Are The World 25 For Haiti - Versão Youtube

Numa altura em que se assinalaram os 25 anos do original "We Are The World", do projecto Live Aid, foi recentemente lançado o remake deste super êxito, desta vez dedicado à causa da reconstrução do Haiti. A maior semelhança entre as duas edições da canção, para além da letra e da música é o pormenor algo macabro de Michael Jackson cantar em ambas.

O vídeo que aqui vos apresento pode ser considerado a 3ª edição da canção. Trata-se de um sensacional projecto, também ele dedicado ao Haiti, concebido pela cantora canadiana Lisa Lavie, que reuniu 57 utilizadores anónimos no Youtube com jeito para a canção. As vozes foram editadas por Lavie enquanto os vídeos foram montados em 3 dias por Iman Alphacat, um artista multifacetado estado-unidense. O resultado é excelente!

Enquanto assistia ao vídeo e ouvia a canção, regozijei-me pelo facto de terem conseguido fugir ao mau gosto de incluírem o Michael Jackson no vídeo... isto até dar de caras com o penteado do cantor que surge pela primeira vez aos 4'18''...

segunda-feira, fevereiro 22, 2010

De Vigo a Santiago de Compostela I - Vigo, o Parque do Castro

O último fim-de-semana foi dedicado a uma incursão à Galiza, num trajecto que passou por Vigo, Santiago de Compostela e Pontevedra. Guiados por um GPS a necessitar de umas quantas sessões de terapia da fala e com um curioso critério na escolha dos percursos, saímos bem cedo de Viana do Castelo com destino a Vigo.



Vigo é uma cidade que se estende ao longo da Ria com o mesmo nome, sendo esta fechada pelas Ilhas Cies nas quais, em 2007, o jornal britânico The Guardian situou a mais bela praia do Mundo. A paisagem que se avista a partir do Parque do Castro é belíssima. Este parque, encimado por uma fortaleza abaluartada, é um sítio muito aprazível para se visitar, cheio de árvores impressionantes e recantos bem tratados. O único senão é um hotel abandonado e em estado deprimente contíguo à fortaleza.

O Parque tira o seu nome do facto de, neste monte, se situarem os vestígios do Castro de Vigo, outrora um enorme povoado que ocuparia provavelmente a totalidade do monte, um pouco à semelhança da "nossa" Citânia de Briteiros, e do qual restam apenas alguns vestígios observáveis. Aliás, os castros são omnipresentes na paisagem avistável da ria, contando-se mais de uma dezena nos montes circundantes e um também nas Ilhas Cies, ou não estivéssemos nós em pleno Noroeste Peninsular, o centro da cultura castreja.

Ora, é exactamente a parte observável do Castro de Vigo que foi aproveitada para a implementação de um Centro Interpretativo, muitíssimo interessante, vedado e videovigiado para sua protecção, mostrando o cuidado e o interesse que por aqui existe em relação a estes vestígios.



O aspecto mais atractivo do Castro de Vigo é sem dúvida a reconstituição que foi feita de algumas casas castrejas (uma habitação, um armazém e uma oficina), na sua estrutura e recheio, tendo inclusive sido reconstruida uma casa de planta quadrangular, coberta de telha romana, algo que nunca tínhamos visto ainda em reconstruções castrejas.


O detalhe foi de uma precisão notável, tendo-se chegado ao ponto de reconstituir lixeiras das casas, com cacos de cerâmica e conchas de moluscos, afinal, certamente um alimento omnipresente nestas comunidades à beira-mar.



Vários painéis interpretativos foram também colocados, em galego, castelhano e inglês, para facilitar a interpretação do castro e da sua estrutura. A visita é feita através de uma passadeira de madeira, um material de escolha feliz que se integra perfeitamente no conjunto. Na foto seguinte é possível ver a Ana mostrando os seus dotes linguísticos ao fazer questão de ler as explicações nas 3 línguas.


O pormenor das telhas também foi bem aplicado. Tratam-se de tegulae e imbrices romanas, sendo as primeiras as "placas" maiores sobre cuja junção se colocam os imbrices, as telhas de meio cano. A argila, a pedra e o colmo são materiais omnipresentes nas reconstruções, à boa maneira da época.



O interior das casas está recheado de pormenores, podendo numa delas ser visto um manequim representando um habitante do castro que está a guardar palha no segundo andar da habitação.


Já a habitação tem muitos pormenores interessantes. O vestíbulo, tipicamente designado de "patas de caranguejo", foi restaurado seguindo a hipótese de se tratar de um espaço fechado, e serve de moagem e armazenamento de cereais e farinha.


Já no interior, houve o cuidado de, antes de abrir o Castro às visitas, acender a lareira para impregnar a casa com o cheiro a fumo e cobrir as paredes de fuligem. Cria-se assim uma sensação de intimidade na visita, parecendo que, a qualquer momento, os donos da casa vão voltar. Por todo o lado encontram-se utensílios domésticos.


A oficina, de planta quadrangular e coberta por telha, portanto já com influência romana, está cheia de ferramentas, redes de pesca, peles de animais e cerâmica.

Depois de visitar estas três construções, o resto da visita ao castro sabe a pouco pelo que talvez tivesse sido preferível visitá-las em último. Seja como for, para quem quiser compreender a cultura castreja, poderá e deverá visitar o Castro de Vigo.

sábado, fevereiro 20, 2010

Sugestão para uma noite diferente: Serão "Quem conta um conto acrescenta-lhe um ponto"


Logo às 21h, na antiga Escola Primária da aldeia de Açor, (Castelejo-Fundão), os mais idosos irão partilhar as velhas histórias que lhes foram transmitidas oralmente pelas gerações que os antecederam.

Trata-se de uma oportunidade única de conhecer um pouco mais do riquíssimo património etnográfico da Beira Baixa numa aldeia cheia de histórias para contar. Contamos marcar por lá presença!


Ver também:

quinta-feira, fevereiro 18, 2010

A garça-boieira já mora num centro de recuperação de animais selvagens

Apesar de melhor da ferida, a pequena garça-boieira que recolhi na última Terça-feira continuava sem comer (pelo menos que tivesse sido notado) e desidratada, razão pela qual decidi hoje ir entregá-la aos cuidados do CERAS - Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens de Castelo Branco.

Gerido pela Quercus de Castelo Branco em parceria com a Escola Superior Agrária de Castelo Branco, junto à qual funciona, o CERAS tem por missão recolher e recuperar animais selvagens, devolvendo-os depois à natureza, tudo isto com trabalho de voluntários dedicados.

Ali chegados, fomos recebidos pela Madalena, uma voluntária com muitos anos de colaboração com o Centro, que de imediato e com exemplar cuidado, limpou e tratou a ferida da garça-boieira, administrando-lhe depois soro para a rehidratar, juntamente com um antibiótico e analgésico. A garça foi previamente pesada (não foi fácil já que se trata de um bicho com personalidade) para que as doses de medicamentos a administrar fossem doseadas de acordo com o peso da ave.

A garça-boieira na sua nova residência temporária. Embora pareça ter-se transformado numa espécie de ave exótica azulada, tal deve-se à aplicação de Terramicina, um desinfectante para tratamento de animais, que lhe foi aplicado pela minha esmerada e inigualável figura materna que, à conta do seu esforço, levou umas valentes bicadas de protesto, o que explica também a distribuição da coloração.


Finalmente, foi colocada na sala de quarentena dentro de um compartimento que será o seu até recuperar do enorme hematoma resultante da ferida, saindo apenas para fazer o seu programa de tratamento e para eventualmente ir passear até à cidade para fazer um Raio-X.


A sala de quarentena onde vai ficar a garça nos próximos tempos, quentinha e com direito ao que foi descrito como "alimentação gourmet para insectívoros".


Confesso que fiquei impressionado com o trabalho que o CERAS ali desenvolve e que me foi dado a conhecer. O melhor elogio que posso fazer ao Centro, e à Madalena, é que regressei certo de que a ave se encontra nas melhores mãos possíveis e que tudo farão para que ela regresse depressa à sua colónia. Gentilmente irão manter-me informado da evolução do seu estado e avisar-me quando chegar a altura de a libertar.

Já agora, o prognóstico inicial aponta para que a ferida tenha sido causada por um chumbo... situação que ocorre frequentemente em espécies não cinegéticas, como esta, quando têm a pouca sorte de sobrevoar áreas com alta concentração de estupidez.


Colaborem com o CERAS!
Embora tenha parcerias com algumas instituições, o CERAS vive fundamentalmente do esforço de voluntários dedicados à recuperação e preservação de animais selvagens pelo que todo o apoio será bem-vindo.

A forma mais interessante de fazer um donativo será através do programa de apadrinhamento de animais. Com um contributo monetário, os padrinhos recebem informações acerca da evolução do estado do seu afilhado, uma foto, um certificado e são notificados quando chegar o momento da sua libertação. Adivinhem quem vai ser a minha afilhada?

Mais informações nos links:

quarta-feira, fevereiro 17, 2010

Roménia envia ajuda humanitária para o Tahiti em vez de a enviar para o Haiti


Lembram-se de quando aqui referimos que um canal de televisão boliviano, o PAT, pensou que as fotografias da série Lost a circular na Internet fossem do acidente do 747 que se despenhou em Junho de 2009 e transmitiu esse equívoco em horário nobre?

Aparentemente, o PAT estabeleceu um padrão que o RT, canal de origem russa a transmitir também em espanhol e inglês, e o Frecuencia Latina do Peru, decidiram seguir.

Ambos tomaram como verdadeiro um artigo satírico segundo o qual a Roménia, ao procurar enviar ajuda humanitária para o Haiti, se teria equivocado tendo enviado soldados e médicos para... o Tahiti, na Polinésia Francesa em pleno Pacífico.

Aqui ficam as peças transmitidas pelo canal RT:



terça-feira, fevereiro 16, 2010

Uma garça-boieira maltratada

Ao início da tarde, encontrei esta garça-boieira pousada num sítio pouco usual e à mercê dos cães que por ali andavam. Ao aproximar-me, apercebi-me de que não conseguia voar e que tinha uma asa magoada pelo que decidi recolhê-la, tarefa que não foi fácil e envolveu ter de descer por uma caixa de escoamento de águas pluviais onde a ave se refugiou em pânico.

Após ter sido secada e limpa, foi-lhe tratada a ferida que apresentava no flanco, junto à asa, e está para já em repouso. Dependendo de como evoluir e do tempo de recuperação, estou a ponderar ir entregá-la a um centro de recuperação de aves. Com um bocado de sorte, em breve poderá voltar à sua colónia que penso situar-se junto à A23, em salutar convivência de vizinhança com a colónia de cegonhas que ali também se estabeleceu.

Uma janela para o passado

De Vigo a Santiago de Compostela. Amanhã, no Blog do Katano

Cinema na Moagem - Nineteen Eighty-Four (1984) de Orwell

Na Sexta-feira passada consegui finalmente ir assistir a uma das habituais sessões do Cine Clube Gardunha na Moagem - Cidade do Engenho e das Artes. O filme proposto foi "1984" de Michael Radford, a adaptação cinematográfica do romance de George Orwell com o mesmo título publicado em 1949.

Nesta sua distopia, na qual muitos vêem uma crítica ao Estalinismo, Orwell (Trotskista convicto) procurou alertar para o lado perverso do totalitarismo, evocando uma sociedade hipotética, numa altura em que o Mundo foi dividido em três super-potências, imersa num ambiente claustrofóbico onde o Partido no poder procura controlar todos os seus cidadãos através de uma complexa rede de informação, ao mesmo tempo que vai colocando em prática uma política de revisionismo no sentido de reescrever a História.

Por todo o lado se encontram ecrãs e câmaras, através dos quais BB (Big Brother), o líder do Partido de cuja existência os espectadores nunca têm confirmação, vai vigiando todos os cidadãos, e onde também se vai debitando propaganda e informações acerca de uma guerra persistente que o país trava contra um inimigo incerto e que serve de instrumento de controlo ao manter todos os cidadãos no medo.

A título de curiosidade fica a informação de que este filme ter sido efectivamente rodado em 1984.


Estas sessões do Cine Clube Gardunha são uma alternativa bastante interessante para as Sextas-feiras e uma forma louvável de manter o cinema presente no Fundão. Só é pena que a sala não reúna as melhores condições, dada a sua pouca inclinação (o que por outro lado faz com que pessoas de estatura mais reduzida saiam da sala com o ego reforçado) e dado o facto de o sistema de aquecimento debitar no foco do projector, o que provoca distorções no ecrã com alguma consequente degradação da qualidade de imagem

Imagem: IMDB

sábado, fevereiro 13, 2010

Divulgação: Sugestão para o dia dos namorados

A Cláudia resolveu deixar-nos uma dica para o jantar do Dia dos Namorados. Com uma sugestiva ementa, o Restaurante as Tílias vai sem dúvida ser uma preciosa ajuda para conquistar a cara metade pelo estômago na habitual noite "mais romântica do ano".

Embora eu não seja um grande adepto de jantar fora nesta noite, isto porque não creio que haja romantismo na massificação, tenho de admitir que esta ementa, elaborada com mestria, consegue deixar água na boca e, conhecendo a cozinha das Tílias, sei que quem o visitar não ficará decerto defraudado.

Agora a minha maior questão é: pedindo com jeitinho, haverá hipótese de ter direito a estes pratos no próximo fim-de-semana?


sexta-feira, fevereiro 12, 2010

Blog do Katano elevado ao estatuto de herói nacional na Suécia - Filme Radiotjänst / Tackfilm.se


Este vai ser seguramente um dos maiores sucessos da web dos últimos tempos. Trata-se de um filme que, ao longo de cerca de 2:30 minutos, procura sensibilizar os suecos para a necessidade de pagamento da taxa de transmissão audiovisual, centrado na ideia de de que tal acto eleva o cidadão anónimo ao estatuto de herói nacional.

Contudo, aquilo que realmente torna este filme diferente e que ao mesmo tempo constitui o ingrediente indispensável para que este se torne um sucesso em termos de marketing viral, é a possibilidade de ser personalizado, podendo cada um incluir a sua própria foto e, como tal, sendo ele o herói do filme, ou, em alternativa, surpreender outra pessoa incluindo a sua foto e enviando-lhe o link para o filme personalizado.

Podem criar o filme no endereço http://en.tackfilm.se/, começando por fazer o upload de uma foto e ajustando-a por deslocamento e zoom. Que tal a sensação de, subitamente e quando a maior emoção do dia se prendia com o facto de terem um fim-de-semana prolongado pela frente, se tornarem inesperadamente heróis nacionais da Suécia?

Agradecimentos ao Alex pelo envio desta dica por e-mail

Comentário meteorológico


Quer-me parecer que, para o Governo, hoje o Sol não nasceu lá muito radioso. Será que vai haver tempestade?

quarta-feira, fevereiro 10, 2010

Pedro Abrunhosa firme e hirto e sem óculos... em 1989

Sobre Pedro Abrunhosa pouco há a dizer para além daquilo que todos já sabem. É careca, tem olhos escuros implantados directamente no crânio e, desde Domingo, vive numa curiosa dicotomia de ter literalmente queda para a música ao mesmo tempo que continua a cantar um pouco pior do que eu quando tento imitar o Prince mas acabo por reproduzir algo semelhante a um indivíduo com voz de apreciador de consumo de bagaço que está a ser investido por um doberman raivoso.

Sendo provavelmente aos olhos da população o acontecimento da semana, a queda de Abrunhosa em directo na televisão teve grande impacto nas redes sociais, como o próprio oportunamente profetizou ainda combalido à espera que o espaço à sua volta parasse de girar. Aliás, creio que é legítimo afirmar que, ainda Abrunhosa descrevia o arco da trajectória que fracções de segundo depois, no maior respeito pela Lei da Gravidade, o levaria a embater no solo, e já no Facebook estavam a ser criados grupos e a ser lançados comentários sobre o que estava a suceder.

Obviamente, não poderíamos deixar de dedicar um artigo a este acontecimento mas resolvemos fazê-lo procurando ao mesmo tempo responder a algumas questões pertinentes: Abrunhosa já nasceu com os óculos escuros implantados no crânio? Há quanto tempo é que acredita que sabe cantar? Sempre padeceu de um problema capilar? Felizmente, graças à oportuna colaboração do camarada Rotiv, foi possível obter um vídeo no qual não só encontramos resposta a estas questões como também nos deparamos com a curiosidade de assistir a uma actuação de Abrunhosa onde, ao contrário de Domingo último, o cantor está em melhores condições de saúde que o público.

Para vocês aqui fica, Pedro Abrunhosa cantando em playback (ocasionalmente lembrando um artista de um filme chinês de lutas de kung-fu dobrado em inglês) no espectáculo do Natal dos Hospitais de 1989!


Não sei porquê, ao assistir a este vídeo e ao observar o público, a expressão "Convenção de Genebra" não me saía da cabeça.

Divulgação: Caminhada "Na Rota das Azenhas" - Souto da Casa

Continuando na senda da prática do Serviço Público, recebemos por e-mail o pedido de divulgação da informação que se segue.


Caminhada “Na ROTA das AZENHAS”
Souto da Casa




Integrado nas comemorações dos “
120 anos da Tomada do Carvalhal” - Souto da Casa, os Caminheiros da Gardunha, em colaboração com a Junta de Freguesia do Souto da Casa, organizam no próximo dia 21 de Fevereiro (domingo) a caminhada com o tema

O percurso permitirá, um contacto, na encosta da Serra da Gardunha, com as bonitas paisagens da Ribeira da Gardunha (outrora designada do Caia ou do Ocaia), as Azenhas (onde se destaca a Azenha da Figueira) e o conjunto do casario em xisto.

A concentração é no Largo dos Caminheiros (Fundão), às 8.30 horas, realizando-se a deslocação até ao Souto da Casa em autocarro. O percurso, com cerca de 7 Km, de baixa intensidade, inicia-se no Souto da Casa (Praça da República – junto à Capela de Gonçalo). Após a caminhada realiza-se o “almoço tradicional da aldeia”.


Inscrições para a caminhada:

- 3 (três) Euros - com reforço alimentar; almoço e transporte para o Souto da Casa e regresso ao Fundão, em autocarro. As crianças até aos 10 anos não pagam.

As inscrições deverão ser feitas até ao dia 18 de Fevereiro para:

- 275 598 315 (Junta de Freguesia do Souto da Casa)
– 963 142 542 / 964 343 968 (Caminheiros da Gardunha)
E-mail – caminheirosdagardunha@hotmail.com

segunda-feira, fevereiro 08, 2010

Divulgação: Jantar de Degustação de Pratos de Caça na EHTF

Pedido de divulgação:

A Escola de Hotelaria e Turismo do Fundão vai organizar, numa das suas iniciativas abertas à comunidade extra-escolar e repetindo o sucesso alcançado em anos anteriores, um jantar de degustação de pratos de caça. O jantar irá decorrer no próximo dia 12 de Fevereiro, no espaço do restaurante pedagógico da escola, no 1º piso do Pavilhão Multiusos, e será confeccionado pelos chefes e alunos da escola.

Os interessados deverão efectuar a sua reserva através dos contactos indicados no cartaz ou na página da EHTF.

domingo, fevereiro 07, 2010

Manhã dedicada aos bonsais

O fim-de-semana começou com uma manhã dedicada ao trabalho em bonsais, com a indispensável orientação do Márcio, um verdadeiro mestre na arte.

O destaque vai inteirinho para o junípero abaixo que, depois de algumas horas de trabalho de poda e aramação, passou de um arbusto incaracterístico a algo mais próximo de um verdadeiro bonsai, restando agora esperar que a copa se torne mais densa. A Primavera está quase a chegar.

Quanto à passagem para um vaso "bonsai", essa terá de esperar mais um ano.


Antes


Depois

quarta-feira, fevereiro 03, 2010

PS quer tornar públicos na Internet rendimentos brutos dos contribuintes

Parece que o PS está a preparar uma proposta para publicar na Internet os rendimentos e impostos dos contribuintes, naquilo que pretende ser uma medida de combate à corrupção.

Pergunto no entanto se isto terá algum cabimento. Não que eu tenha algo a esconder, muito pelo contrário. Todos os interessados em consultar as minhas últimas 5 declarações de rendimentos entregues ao fisco em formato PDF podem manifestar essa intenção via e-mail, indicando nome completo, morada completa, data de nascimento e juntando também uma composição de 40 linhas sobre o tema "A influência da poluição atmosférica na formação dos micélios e subsequente impacto no desenvolvimento das árvores de folha caduca".

A questão é que eu sempre acreditei ingenuamente que a corrupção está mais conotada com aquilo que não se declara do que propriamente com aquilo que se declara. Inclusive, tive a ocasião de analisar atentamente o modelo 3 e os seus demais anexos e garanto que em lado algum existe uma rubrica que refira "Rendimentos obtidos da prática de ilegalidades pelo sujeito passivo" nem mesmo "Rendimentos obtidos na forma de pagamentos não colectáveis de terceiros com fins de aliciamento e favorecimento pelo sujeito passivo".

Mas isto sou eu que não percebo nada do assunto.

terça-feira, fevereiro 02, 2010

Divulgação: Carnaval no Fundão - 2010

Via e-mail, recebemos o seguinte pedido de divulgação:

Vai realizar-se no próximo dia 16 de Fevereiro o já habitual Corso Carnavalesco, organizado pelos Caminheiros da Gardunha que, à semelhança do que tem acontecido nos últimos anos, promete trazer muita cor e animação às principais ruas do Fundão.

Partindo do Pavilhão Multiusos às 15h, o desfile passará pela rua dos 3 Lagares e pelo Largo da S. da Conceição, dirigindo-se depois para o Chafariz das 8 Bicas, rua da Cale, Praça Velha, rua José Germano da Cunha, rua de S. António, rua Gil Vicente e Avenida da Liberdade, regressando depois ao pavilhão Multiusos.


Esta é sem dúvida uma iniciativa de louvar que pretende manter viva a tradição do período do "Entrudo" sem recorrer -imagine-se! - às mulheres bahianas em biquini, tão típicas do temperado Inverno português.




Instantâneo do Corso do último ano, obtido ali n'O Andarilho.

segunda-feira, fevereiro 01, 2010

A imagem do fim-de-semana: a arte de trabalhar o linho

Vale d'Urso, 31 de Janeiro de 2010. Produzir tecidos com linho foi em tempos uma prática comum, visto ser a única forma que muitas pessoas tinham de obter tecidos para o seu lar. Desde a sementeira da planta até ao trabalho no tear, as fibras de linho passavam por um processo extremamente moroso e difícil em várias etapas.

Actualmente, na aldeia, ainda há duas mulheres, qual mestre e aprendiz, que ainda mantêm viva esta arte milenar cujo trabalho "não pode ser contado em horas".
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...