segunda-feira, dezembro 20, 2010

É impressão minha ou as vacas do Pingo Doce comem coisas estranhas?

Numa das minhas habituais incursões comerciais para reposição do stock de vitualhas da minha despensa, fiquei intrigadíssimo com a informação presente no rótulo de uma embalagem que se encontrava disponível na zona das carnes.

Tratando-se de uma embalagem com algumas centenas de gramas de carne de gado bovino, quem poderia esperar que na descrição dos ingredientes pudessemos encontrar "Porco entremiada (sic), Fiambre da pá PD, Queijo Flamengo Barra PD, Alheira mirandela" e, mais misterioso ainda, "etg t vento leste"?

Será que a lista de ingredientes é:

a) um passatempo no qual o consumidor, para se distrair enquanto aguarda a sua vez na caixa, deve assinalar a resposta correcta?
b) uma lista compilada por alguém que não sabia ao certo o que ia conter a embalagem e optou por fazer uma aposta múltipla?
c) a prova de que o bovino não é exclusivamente herbívoro e que este, em particular, foi tratado principescamente?

E a referência "vento leste?". Fica por isso este mar de interrogações, feito no entanto por alguém, há que realçar, que percebe tanto de rótulos de embalagens de produtos da secção de carnes como de Física Quântica.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...