terça-feira, agosto 10, 2010

Intermezzo - I'm killing for McNuggets

Tem andado a correr Mundo o vídeo registado por uma câmara de videovigilância de um estabelecimento McDonalds nos EUA no qual uma mulher decide manifestar, com aquilo que se pode descrever como sendo alguma exuberância, a sua discordância contra o facto de os funcionários se recusarem a servir-lhe Chicken McNuggets, alegando que os mesmos só poderiam ser servidos em horário de almoço e que ainda se encontravam em horário de pequeno-almoço.

Diga-se em abono da verdade, e não sendo eu um cliente habitual deste tipo de estabelecimentos, que é irritante a profusão de preciosismos que encontramos no modus operandi das cadeias de fast food. Ao fim e ao cabo, o que estava em causa era simplesmente ir ao congelador buscar 6 pedacinhos de frango triturado e panado e colocá-los na frigideira durante poucos minutos mas não... Naquilo que se assemelha à imposição de uma espécie de Ramadão Avícola, os cidadãos não podem, mesmo que essa seja a sua vontade, consumir frango fora do horário estabelecido por alguém que ninguém sabe quem é e que, vai na volta, pode até nem gostar de frango.

Depois admiram-se quando há gente que, tendo certamente onde estar e inúmeros afazeres à espera, se aborrece ao ver ser-lhe negado um dos poucos momentos prazerosos da sua jornada laboral.



Vendo bem as coisas, os funcionários até acabaram por ter sorte pois a senhora em causa, para além de possuir uma interessante dinâmica física, embora com um preocupante défice de flexibilidade (lá está... fast food), fazia parte dos 9,9% de cidadãos estado-unidenses que não possuem armas de fogo.

Imaginem, por exemplo, que lhes tinha calhado na rifa um indivíduo como o interpretado por Michael Douglas no filme "Um dia de raiva", realizado por Joel Schumacher em 1993. No mínimo teríamos tido a oportunidade de assistir a uma cena como esta:



É curioso ver como, por vezes, a realidade consegue imitar a ficção. Seja como for, creio que, a partir de hoje, a McDonalds vai ter mais cuidado ao empregar slogans como o célebre "I'm dying for a Big Mac" sobretudo quando da sua clientela fazem parte pessoas que quase são capazes de matar por uma dose de Chicken McNuggets.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...