sábado, janeiro 02, 2010

Coisas que gosto de oferecer a mim próprio

Este ano acabei integrado no movimento social do Rush das compras de última hora, um movimento social que se caracteriza pelos seus participantes alternarem entre um sorriso pateta e um ar aflito e frenético, entre expressão de desejo pré-fabricado de um "santo Natal" aos caixas que já estão fartos da ladainha, mas sempre com uma base de expressão de esforço pelo peso que carregam, como quem diz "Eu cá gosto de me integrar à grande no santo espírito de Natal, como aliás estes 30 sacos bem o demonstram". Contudo, consegui ainda tempo para parar e apreciar os livros expostos nos escaparates.

A páginas tantas (aqui esta expressão até faz mais sentido), não resisti a trazer dois livros.

UM HOMEM BOM - De Rui Afonso, o livro debruça-se sobre Aristides de Sousa Mendes, o cônsul português em Bordéus durante a 2ª Guerra Mundial que, contrariando as instruções de Salazar, concedeu o visto de entrada em Portugal a inúmero judeus que assim se salvaram do extermínio naquilo que foi a "maior acção de salvamento por um único indivíduo durante o Holocausto".


MITOS E LENDAS DA 2ª GUERRA MUNDIAL, de James Hayward. Este não conhecia e despertou-me a curiosidade. Mais contente fiquei quando ao pagar verifiquei que tinha um desconto de 50% no valor de capa. Por não conhecer o seu conteúdo, como acontecia com o último, embora apenas em termos gerais, optei por começar por ler este. Assim, ao longo do livro, o autor vais desmistificando vários lugares comuns e folclore que se contam acerca da 2ª Guerra Mundial e, para já, é curioso constatar que ao longo da história as mentalidades não mudaram assim tanto quanto isso em determinados aspectos.

Se não me surpreendeu saber que, na 1ª Guerra Mundial os cães de raça Daschund, uma raça alemã, era apedrejados e pontapeados pelos ingleses quando se cruzavam com eles, por outro lado chegou a ser cómico saber que, no meio da "caça às bruxas" que surgiu do receio de infiltração de agentes alemães por terras de sua majestade, um indivíduo inocente foi preso e interrogado após ter sido denunciado por uma rapariga que achou suspeito o facto de este nunca puxar o autoclismo quando usava o WC...

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...