quinta-feira, novembro 19, 2009

Meteorito fez da noite dia no UTAH

Um meteorito iluminou ontem os céus do estado do Utah nos EUA por volta da meia-noite local (7 da manhã de Portugal), fazendo com que, por instantes, a noite se tornasse dia.

De acordo com as descrições, o fenómeno foi semelhante ao de uma gigantesca bola de fogo que gerou uma intensa luz azulada e, como sempre acontece, provocou as mais díspares reacções. Inúmero telefonemas inundaram as linhas de emergência dando conta do caso, uns referindo um meteorito e outros um OVNI, mas houve até quem tentasse saber se se tratava de uma experiência militar ou mesmo do fim do Mundo (que como todos sabemos vai ser só em 2012).

O flash (que durou uns 30 segundos segundo testemunhas) foi provocado pela explosão do meteorito, cujo som foi ouvido alguns minutos mais tarde.

Este fenómeno lembra-me um a que assisti há alguns anos numa noite de Verão quando subitamente um meteorito surgiu a grande altitude e, a certa altura do seu percurso, explodiu emitindo um flash, tendo-se depois dividido em dois fragmentos mais pequenos que desapareceram 1 ou 2 segundos depois.

Mais recentemente, a comitiva do Blog do Katano de serviço ao festival dos Chocalhos também teve ocasião de ver um enorme meteorito em tons de verde riscar os céus até desaparecer atrás da Gardunha e podemos garantir que não se tratava de um OVNI aterrando no famoso Cosmódromo da Gardunha.








Porque é que isto acontece?

O fenómeno conhecido como "estrela cadente", a que os antigos se referiam como as "estrelas mudando de sítio", é causado por fragmentos rochosos que são atraídos pela gravidade da Terra, precipitando-se na atmosfera terrestre. Ao entrarem na atmosfera, a fricção do ar vai provocar o seu abrandamento e a libertação de energia na forma de calor cada vez mais elevado e que vai provocar a desintegração progressiva do meteorito e a libertação de gás incandescente (o efeito de "cauda") que arrefece rapidamente.

Nalguns casos, dependendo da massa e do material de que são compostos, os meteoritos atingem uma temperatura crítica que provoca a sua explosão, podendo daí resultar fragmentos menores ou mesmo o seu total desaparecimento. O efeito visível de "estrela cadente" situa-se normalmente a cerca de 100km de altitude.


Alguém se recorda?

Tenho ouvido relatos de um suposto fenómeno celeste que terá sido observado nos anos 1960 em Portugal e que provocou o pânico entre a população, que acreditou tratar-se do fim do Mundo (que como sabemos é só em 2012), com o céu a "pintar-se de vermelho". O fenómeno terá durado poucos minutos mas foi de uma intensidade inusitada.

Alguém se recorda ou ouviu falar sobre isto?

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...