quinta-feira, outubro 01, 2009

"Sim, porque sim!" à moda da Irlanda

A Irlanda vai amanhã às urnas para votar no 2º Referendo sobre a Adesão ao Tratado de Lisboa, tratado que foi ratificado pelo Governo Irlandês mas que viria depois a ser recusado pelo povo em referendo. A presidência portuguesa da UE terá afirmado na altura "Isto não foi nada porreiro, pá!".

A campanha tem sido por isso muito disputada entres os partidários do "SIM" e os do "NÃO" mas parece que à segunda é de vez e, a não ser que as sondagens irlandesas sejam encomendadas à mesma empresa que faz as sondagens onde o CDS-PP aparece no limiar do desastre, tudo leva a crer que desta vez o "SIM" vai ganhar. A avaliar pelas formas de campanha também não será difícil perceber porquê:



Campanha efectuada na forma de um grafitti que, como podemos constatar pelo instantâneo, não desperta a atenção desta jovem que caminha numa pose genuinamente irlandesa



Contudo, aqui acreditamos que não só a esta imagem se tornou o foco total da atenção da jovem da última foto, como esta irá certamente votar no "SIM" com a esperança de poder assistir ao crescimento das suas oportunidades 


Este desfecho será particularmente importante se tivermos em conta que a Irlanda é um dos países-emblema da UE e que os irlandeses são também um povo de características muito particulares, por natureza resolutos e teimosos. Aliás, isso ficou bem patente a resposta de uma cidadã anónima irlandesa dada à reportagem da Euronews quando questionada sobre qual seria o sentido do seu voto no referendo:


- "Vou votar não!"
- "Porquê?"
- "Porque não é bom para o país!"
- "Porquê?"
- "Porque... Não sei! Só sei que vou votar não!"


Esta é sem dúvida uma resposta digna de uma genuína irlandesa resoluta e teimosa que não teve a oportunidade de ver os cartazes da campanha em prol do "SIM".


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...