terça-feira, outubro 13, 2009

O Vídeo de Maité Proença, a polémica do momento (actualizado)



Um vídeo onde Maité Proença satiriza uma sua estadia em Portugal em 2007 está a dar que falar na web. Em 5 minutos a actriz vai de Sintra a Belém, onde descobre as delícias dos pastéis de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos e o Padrão dos Descobrimentos que, segundo ela, foi mandado construir por Salazar, um ditador que governou mais de 20 anos e que foi considerado o maior português de sempre num concurso televisivo.

A parte "portuguesa" do vídeo conclui com a actriz a imitar a estátua de uma fonte, cuspindo para o tanque, um efeito que, quanto a mim, teria sido melhor conseguido se a actriz tivesse enchido a boca com água para reproduzir aquele fiozinho projectado pela estátua.

A parte que realmente abala os pilares do orgulho nacional é, para mim, o momento em que actriz põe a nu a patética formação em informática dos funcionários do hotel onde esteve alojada, ridicularizando de uma só vez o Choque Tecnológico e as Novas Oportunidades. Por isso o Blog do Katano, movido pelo mais elementar sentimento patriótico e num exercício puro de cidadania, lançou uma petição dirigida a todos os hotéis de Portugal, no sentido de obrigar estes a darem formação em informática a todos os funcionários hoteleiros, especialmente aos porteiros. Este é um escândalo ao qual devemos por cobro imediatamente!



Actualização

Relativamente ao vídeo propriamente dito, não consigo perceber o porquê de tanta celeuma. Trata-se de um vídeo em tom satírico, sobre situações que tenho pena de não ter sido eu a descobrir, mas que deve ser tido como aquilo que realmente é: um vídeo de alguém que ao viajar encontra situações burlescas (a dos funcionários e das tentativas de reparar a ligação à Internet então, é sublime) e as procura enquadrar num estereótipo para lhes dar mais ênfase. Inclusive, o último momento do vídeo até vai no sentido de “atingir” a própria Maité quando é dito que esta enviou um e-mail dizendo que não conseguia enviar e-mails.

Acho que isto tudo constitui um sério teste ao sentido de humor dos portugueses que, neste aspecto, não terão sido bem sucedidos. Aliás, até aposto que muitos dos portugueses ofendidos nem sabiam antes deste vídeo, que Salazar tinha governado mais de 20 anos (informo desde já que foram 36 longos anos). Sobre este particular merece ou não merece ser satirizado o facto de este ditador ter sido eleito pelos portugueses como o maior português de sempre?

Ao longo da vida deste blog a sátira foi usada recorrentemente e continuará a ser usada. Foi por exemplo o caso recente das eleições autárquicas e das legislativas, com especial enfoque nos tempos de antena. Aliás, relativamente a este último assunto, um dos líderes partidários em causa até fez questão de dar destaque ao artigo e de o colocar no seu perfil do Facebook.

Vá lá. Quantos de nós não fizemos já humor com brasileiros, com espanhóis ou outras nacionalidades? A única diferença é que não o fizemos de forma tão exposta. Por aqui, enquanto portugueses, não nos sentimos minimamente atingidos por este vídeo nem achamos que ele mereça um pedido de desculpas por parte da autora.

Agora a situação do fracasso das Novas Oportunidades e do Choque Tecnológico na pessoa dos funcionários de hotel, isso sim já merece reflexão. Sim, este é um comentário satírico.



Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...