domingo, julho 19, 2009

Concurso Robô Bombeiro 2009

No passado Sábado decorreu, no Pavilhão de S.Miguel na Guarda, a 7ª edição do concurso nacional de robótica "Robô Bombeiro". Este concurso é organizado pelo Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPG, sendo o seu mentor e dinamizador o Eng. Carlos Carreto.

O objectivo é construir e programar protótipos móveis autónomos que sejam capazes de, numa arena que simula uma casa com várias divisões, localizar e apagar uma vela. O comportamento dos robôs tem de obedecer aos regulamentos, que especificam que, apesar da arena ser conhecida, estes não possam ter o percurso pré-programado, devendo pelo contrário reagir de acordo com o que forem encontrando pelo caminho.

A competição é feita em várias classes: Standard, Sénior e Robôs com Pernas. Existem prémios para cada uma destas classes mas também há prémios especiais para o melhor robô, melhor robô do IPG, e melhor poster.

Para além dos prémios monetários, o grande aliciantes deste concurso é sem dúvida o desafio intelectual que coloca à prova as capacidades dos construtores e programadores destes protótipos.

Para quem quiser iniciar-se nestas lides, pode começar pelo site da Ridgesoft onde poderão encontrar documentação bastante acessível sobre a construção e programação destas máquinas (é programada em Java), para além de adquirir um protótipo base do robô já com um conjunto de sensores suficientes para algumas "brincadeiras". A partir daí, é só uma questão de imaginação e talento e - porque não ?- o início de um projecto de participação no concurso Robô Bombeiro de 2010?



Período de testes dos protótipos. Entre as 3 mangas é sempre possível efectuar modificações ao robô.



O alinhamento das "máquinas"! Parque fechado! Durante a realização das mangas de competição não se podem fazer modificações.


Animação e expectativa permanentes.



A organização a calcular as classificações de acordo com as pontuações dos árbitros



O frenesim dos testes dos protótipos e, lá atrás, dos ajustes de programação



Aspecto do Pavilhão de São Miguel, Guarda



Aquele a já chamam de o "Korolev" da equipa campeoníssima Evo Team. (Fui pago para dizer isto)



Momento em que a vela é acesa e colocada na arena.



O árbitro sempre atento analisa o comportamento do robô e as falhas que este vai tendo no seu percurso (tocar paredes é um factor de penalização, por exemplo).



Aspecto da arena e de um dos protótipos em busca da vela que está colocada no quarto de círculo em primeiro plano.



Um dos protótipos em competição na categoria de robôs com pernas, este montado com Legos.



Momento em que um dos protótipos apaga a vela com recurso a uma ventoinha.



Outro robô com pernas construído com legos e com um curioso sistema de extinção: uma lata de spray accionada com um mecanismo de cordel e uma mini-mangueira.


O Tóne Bot em acção, vencedor do concurso 2007

Comunicado da Junta Directiva do Blog do Katano - Quero aproveitar para pedir desculpa aos leitores pela ausência de "postas" dos últimos tempos mas esse facto deve-se a motivos inadiáveis relacionados com o meu grande projecto de 2009. A partir do final desta semana o blog retomará as actividades normais. Até lá, só mesmo tempo para aprovar os comentários, que agradeço imenso, e aos quais irei respondendo à medida que for possível.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...