segunda-feira, junho 01, 2009

Pesquisas do Katano

Para vosso contentamento, aqui fica mais um fascinante artigo com as mais peculiares pesquisas efectuadas por alguns dos nossos leitores pontuais:

Vizinho usa drogas cheiro
Será que o vizinho é jamaicano? Ou sera que o vizinho usa drogas e é dono de fracos hábitos de higiente? Será que tem a ver com este outro cheiro que tanto preocupou em tempos os nossos leitores?

Massagem em aldeia da serra
A labuta diária do trabalhador rural, que vive da agricultura e da pastorícia, é árdua e muito exigente fisicamente. Depois de uma jornada laboral, o que é que sabe mesmo, mesmo, mesmo bem? Uma bela de uma massagem, ora pois, que isto de andar serra acima e serra abaixo dá cabo das costas.

guronsan - efeitos nocivos
Obviamente que, depois de uma noite de ingestão maciça de álcool e sabe-se lá mais o quê, a prudência e o bom senso aconselham a que não se ingira nada que possa fazer mal ao organismo! É para tomar guronsan? Sim senhor! Mas será que não faz mal? Há que preservar o organismo! Já agora, camarada Wolverine, o guronsan diz que se toma deixando dissolver um comprimido efervescente num copo de água antes de deglutir :P

rima com raio
Catraio! Mercenário! Abecedário! Olegário! Operário! Err... Blogário do Katanário! Acho que há uma variz poética em mim. Já agora, o que será que rima com analfabeto?

o que fazer quando o coelho fica estressado?
Se for como os coelhos de Penamacor e a causa do estado de stress tiver sido um vôo rasante de uma esquadrilha de F-16, então o melhor será administrar chá de flor de laranjeira. Se for um coelho da família daquele que guardava a caverna de Caerbannog, então o melhor é guardar uma certa distância.

qual a guerra mais sangrenta que existe no brasil?
A batalha mais sangrenta foi sem dúvida a épica Batalha das Toninhas, na qual a marinha brasileira aniquilou com bravura um cardume de golfinhos que andavam ali por Gibraltar com ela fisgada. Agora, guerra-guerra, das duas uma: ou é a guerra da inflação ou a guerra das favelas.

massagens com final feliz
Bom... se calhar não era propriamente o alívio das dores derivadas do esforço da jornada laboral que o nosso leitor estava à procura... Grandes malucos que há nas aldeias da serra.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...