sábado, abril 25, 2009

25 de Abril de 1974 - A derradeira noite do medo*


Assinala-se hoje o 35º aniversário da Revolução dos Cravos que pôs termo a uma ditadura de quase 50 anos e que submeteu o País aos ferrolhos de um silêncio feito de intolerância e opressão.

No Fundão, à semelhança do que acontece todos os anos, o povo saiu em cortejo cantando "Grândola Vila Morena" ao som da banda que lidera a marcha, num renovado gesto de reconhecimento pela coragem de quem nos devolveu uma liberdade há muito esquecida e, com ela, dois direitos fundamentais: a liberdade de expressão e o direito ao voto.

Honrar o espírito da luta dos Capitães de Abril é, no entanto, muito mais que isto. É principalmente acerca de usar da nossa liberdade de expressão de forma responsável e construtiva (embora ultimamente certos políticos a isso pareçam avessos), é acerca de cumprir o nosso dever (mais que direito) de votar sempre que a tal formos chamados.

Hoje, mais que nunca, gritemos bem alto "25 de Abril sempre!"

Ícones de Abril:

1º Comunicado do Movimento das Forças Armadas:


Edição do Diário de Notícias de 25 de Abril de 1974 (clicar nas imagens para ampliar):




Texto da primeira página:


E, já agora, vale a pena recordar a entrevista EXCLUSIVA ao Blog do Katano do Tenente Coronel Vasco Lourenço, há 35 anos um dos Capitães de Abril e actual membro dos corpos gerentes da Associação 25 de Abril. Esta entrevista foi realizada em 2007 pela Nelly, a nossa repórter do Katano!

* - Título da autoria do Jornal do Fundão
fotografia de pintura mural: Wikipedia

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...