sábado, novembro 08, 2008

Moedas com história III

DUPÔNDIO - Império Romano, séc II

   

Já há algum tempo que não abordava o tema da numismática, depois de o ter feito em Abril e Maio do ano passado e este exemplar que aqui apresento tem também ele uma história peculiar.

Obtive-o na sequência de uma investigação por iniciativa própria sobre o tráfico de antiguidades da Beira Interior numa altura em que pretendi publicar uma reportagem sobre o assunto num portal de arqueologia.

Para além de perceber como e onde se processam os "saques", soube também que existem pessoas específicas em determinadas localidades que procuram as peças por iniciativa própria, como é o caso de Idanha-a-Velha, um dos sítios arqueológicos emblemáticos da Beira Interior e de onde terá vindo esta moeda, ao que parece descoberta enquanto se "abria um buraco para plantar um poste para uma cerca numa propriedade privada".

A moeda

Metal: Liga de Bronze (Oricalco)

Diâmetro: aprox. 2,5 cm

Anverso: busto com coroa radiada do imperador Adriano sendo visível parte da inscrição circundante "TRAIANVS HADRI[ANVS]". A forma completa mais comum de referenciar o imperador nos numismas era referir o seu título imperial e o seu nome seguido dos seus demais cargos. Assim, admitindo que estamos perante um exemplar semelhante ao que encontrei na web, a inscrição completa poderá ser "IMP CAESAR TRAIANVS HADRIANVS AVG P M TR P COS III" ou seja "Imperador César Trajano Adriano Augusto, Sumo Pontífice (PM), com Poder de Tribuno (TR P), com poder de Cônsul pelo 3º ano consecutivo (COS III)".

Reverso: figura feminina em pé, sobre o lado direito, ladeada pelas letras "SC" (SENATVS CONSVLTVS" - Por autorização do Senado). Inscrição circundante ilegível. Esta figura feminina é uma das várias que Adriano fez incluir nas moedas, representando diferentes graças (Felicidade, Saúde, Riso, etc...). Neste caso é difícil interpretar a figura mas poderá tratar-se da SALUS PUBLICA (Saúde), dedução que faço pela posição da figura (joelho direito erguido com o pé pousado sobre algo, braço direito mais ao nível da cintura, túnica sobre a cintura e uma lança sobre o lado esquerdo do corpo).

Contexto histórico: O Imperador Adriano (Publius Aelius Traianus Hadrianus) sucedeu a outro grande nome que foi Trajano, tendo sido adoptado por este último e reinou de 117 a 138 d.C. Curiosamente, também Trajano fora adoptado pelo imperador Nerva que o nomeou seu sucessor.

Adriano celebrizou-se pelas fortificações que fez das fronteiras do Império Romano, especialmente pela famosa Muralha de Adriano, um muro de 118 quilómetros que defendia a provincia romana que actualmente corresponde à Inglaterra das incursões dos Pictos e Escotos da Caledónia (actual Escócia). Também era uma pessoa extremamente culta e um profundo admirador da cultura grega. Por outro lado preocupou-se bastante em fomentar a melhoria de infra-estruturas e a economia do Império.

Para seu sucessor, Adriano indicou o senador que viria a ser conhecido como Antonino Pio, ao qual sucederia o grande Marco Aurélio (também por indicação de Adriano), o imperador celebrizado no filme "Gladiador".

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...