segunda-feira, setembro 08, 2008

Resposta de craque...


Uma das características mais irritantes de muitos jornalistas, ou da linha editorial dos media para o quais trabalham, é querer espremer uma notícia para lá do ponto em que esta é relevante. Muitas vezes, depois de divulgado o essencial dos assuntos, os jornalistas persistem, partindo para a procura de elementos perfeitamente banais e irrelevantes.

Temos pois, neste contexto, as clássicas entrevistas às pessoas que se mantêm por perto motivadas apenas pelo fascínio do sensacionalismo, entrevistas graças às quais ficamos a saber pormenores fascinantes como sejam o local de onde são essas pessoas, como foram ali parar, há quanto tempo ali estão, o que comeram ao almoço, de que côr é a roupa interior que habitualmente usam, etc.

Acredito que seja uma emoção para alguém que, até então, era um perfeito desconhecido, poder revelar em primeira mão ao mundo inteiro a tonalidade do vestuário que se encontra em contacto directo com as suas parte pudendas mas também não é menos verdade que, a generalidade das pessoas, não ficará muito fascinada em ter conhecimento desses pormenores.

Raras são as vezes em que o jornalista é confrontado com o ridículo das suas questões e, vá lá, com a noção de que está a fazer uma figura completamente patética (não há outra forma mais suave de descrever esta situação).

Assim, na TVI(ntragável), o canal para o qual até o enredo das novelas é notícia, abordou-se hoje, no noticiário das 13h, o jogo da próxima quarta-feira entre Portugal e a Dinamarca. Para dar uma ideia concreta das ambições e expectativas do adversário da nossa selecção, o jornalista entrevistou Tomasson figura de destaque da equipa dinamarquesa e conhecido como o craque que teve tudo certo para assinar pelo Benfica mas que à última hora percebeu que não estava ainda tão acabado quanto isso.

Então, se a entrevista até começou bem, com Tomasson a descrever a forma como os dinamarqueses encaram o jogo e a atitude com que vão entrar em campo, depressa descambou para o lugar comum e a banalidade quando o assunto se esgotou. Por isso, não demorou muito até sabermos que Tomasson gosta de Portugal e até já tinha passado férias em Lisboa, cidade que aprecia muito. 

Ainda assim, com uma confiança inabalável na sua própria capacidade de levar o ridículo ao extremo, o jornalista quis saber se Tomasson gostava da comida portuguesa. Pelos vistos já tão cansado da entrevista como todos aqueles que a ela assistiam, Tomasson respondeu com outra pergunta:

"Mas isto não é sobre futebol? A seguir vamos falar da sua mulher?"

Tomasson, um craque dentro e fora de campo. Toma lá e vai buscar!

imagem retirada e adaptada daqui

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...