segunda-feira, junho 02, 2008

Fornos comunitários

Começou hoje a recolha fotográfica com vista à exposição que vou organizar em Agosto. Com a inestimável colaboração do fotógrafo oficial do Katano, o Xamane, as fotografias de hoje focaram os velhos casarios e 2 dos 3 fornos comunitários que existem na aldeia.

Estas construções eram, a par das azenhas que em breve serão alvo de levantamento, fundamentais na economia local, não só para a cozedura do pão (em todas as suas variantes mais ou menos elaboradas) mas também para cozinhar diversas iguarias da gastronomia local. Não era incomum em dias de festa verem-se as mulheres acenderem os fornos logo por volta das 6h da manhã para, depois de bem aquecidos, colocarem lá dentro panelas de barro com a carne de cabra ou cabrito. Esta ficava a cozer a manhã toda e era depois servida ao almoço.

Sendo comunitários, a sua construção e manutenção era assegurada pelo contributo e voluntariado do povo. Os materiais empregues são invariavelmente os mesmos: xisto, tijolo grosseiro para o forno, madeira, telha e o indispensável barro para isolamento do conjunto.

No esboço simplesaqui apresentado pode ver-se um dos fornos hoje documentados, constituído pelo forno em planta rectangular, adossado a uma divisão de planta rectangular de área maior com duas bancadas laterais de apoio em xisto. Por ser aparentemente o mais recente dos 3, encontra-se em excelente estado de conservação.

Permito-me nesta posta fazer um pequeno apontamento sobre o esboço propriamente dito. Embora não sendo uma obra prima, afinal fi-lo enquanto o Xamane tirava as últimas fotos, tenho de o dedicar à minha minhotinha, não pelo desenho em si, mas acima de tudo pelo sentimento de inocência pura e carinho que todo este local me inspira e por assinalar uma povoação à qual ela já está irremediavelmente ligada ;).

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...