quinta-feira, dezembro 27, 2007

Lá por fora

Foi notícia na Índia, mais propriamente na aldeia de Raigarh, para quem não se estiver a situar, fica na região de Chattisgard, o suicídio de um sacerdote que prometeu aos fiéis que voltaria após 72h.

O referido sacerdote ingeriu veneno em frente aos fiéis que se encontravam no templo, procurando sem dúvida ser convincente na sua pregação e, com um à vontade próprio de quem estará habituado a este género de experiências, assegurou aos fiéis que, daí a 72h, estaria de volta.

As últimas notícias davam conta de que ainda não tinha sido realizada a autópsia ao corpo do sacerdote, uma vez que, na altura, os fiéis ainda esperavam pacientemente que o mesmo voltasse à vida.

Uma vez que por esta altura deverá haver alguma humidade no ar e, já se sabe, o clima na Índia é por norma abafado, o Blog do Katano aconselha os fiéis devotos a munirem-se de ambientadores que deverão instalar no templo enquanto aguardam pacientemente pelo regresso do convicto sacerdote.

Imagens que ficam

"Como um conto de fadas em cuja narrativa nos encontramos imersos e cujas imagens vão desfilando à nossa volta."

Molhe de Viana do Castelo, 23-12-2007

Prendas natalícias


O Natal dá a volta à cabeça das pessoas!...

quarta-feira, dezembro 26, 2007

3 dias...

Naquele que foi o meu melhor mês de Dezembro de sempre, o seu segundo momento alto foi sem dúvida uma estadia de 3 dias na belíssima cidade de Viana do Castelo com a tranquilidade de ter deixado todos os problemas e preocupações na margem Sul do Lima, e de ter passado todo o tempo na melhor companhia possível.

Logo na primeira noite, houve oportunidade para assistir ao concerto dado pelo Coro da Academida de Música de Viana do Castelo na Igreja de São Domingos, numa interpretação do oratório "Messias" da autoria de Handel. Foi uma experiência que se revelou intensa não só pela qualidade da actuação do Coro da A.M.V.C. mas também pela orgulho que senti em ver pela primeira vez o meu amor a actuar ;). 21 de Dezembro de 2007, um dia destinado a viver no panteão das melhores recordações.

Já no dia seguinte, fizemos um belíssimo passeio até ao outro lado da fronteira, com destino ao monte de Santa Tecla (Santa Tegra), para visitar as ruínas de um castro no qual há cerca de 2000 anos atrás terão vivido cerca de 3.000 pessoas. Dali é possível admirar os recortes da costa minhota, vários quilómetros do rio Minho até à sua foz e ainda a verdejante costa galega para Norte. No regresso, a travessia do Minho fez-se já não pela ponte de Vila Nova de Cerveira mas por Ferry até Caminha.

3 dias que, sem dúvida, souberam a pouco mas... foram a promessa de muitos outros ainda por vir.

quinta-feira, dezembro 20, 2007

Boas Festas!


Desejo boas festas e um próspero ano de 2008 a todos os amigos que com maior ou menor proximidade contribuiram para tudo o que de bom aconteceu neste ano que agora termina, tal como aos leitores deste blog que de forma positiva, comentando ou não, contribuiram para a história do Blog do Katano.

A todos o meu muito obrigado.

sexta-feira, dezembro 14, 2007

Let's gargalheite some more

"Está muito contente que você tenha este microfone sem fios profissional de qualidade boa que o trará em um mundo onde você pode cantar felizmente e livremente ao conteúdo do seu coração de forma que você desfrutar encantadoramente isto".

É com esta frase, de elevado impacto, que tem início o breve manual de instruções de um simpático microfone sem fios, às vezes com arame, que pode ser adquirido em qualquer loja chinesa perto de si (neste caso foi adquirido ali na novel Megastore Casa China).

Quanto ao resto... bom, quanto ao resto, o melhor será mesmo ler o texto, nem que para tal seja necessário acender um abajur vermelho ou um abajur verde.
( Clicar na imagem para aumentar)

13 de Sorte

Ontem, tudo foi perfeito :)

Tenho dito.

segunda-feira, dezembro 10, 2007

Dica do Katano

Se estiverem a usar um documento do Word e este tiver protecção contra alterações (aquela password que é pedida quando clicamos em "Ferramentas / Desproteger Documento"), basta fazer o seguinte:

1 - Guardar o documento como sendo do tipo RTF (Ficheiro / Guardar como... / Com o tipo...)
2 - Fechar o documento
3 - Abrir novamente o documento
4 - Clicar em "Ferramentas / Desproteger documento..." e já está
5 - Podem guardar agora como sendo um documento (.DOC) do Word
6 - Solicitem a minha atenção para coisas mais importantes
7 - Pronto, para um café também podem solicitar
8 - Ou para me pagarem o almoço
9 - Podem também pagar as imperiais enquanto assistimos aos 2 jogos que o Benfica ainda vai fazer nas competições europeias este ano.

Sugestão de Natal

Natal é tempo de paz, harmonia, fraternidade, boa vontade... em suma, tempo de gastar dinheiro de forma aflitiva e desregrada. Segundo dados estatísticos oficiais, cada português vai gastar em média 596 euros no Natal, o que, tendo em conta a taxa de desemprego de 8,2 % avançada pela Eurostat e o nível dos salários praticados, vai contribuir e de que maneira para agravar o sobre-endividamento da população.

É por isso que o Blog do Katano lança uma sugestão para as prendas de Natal: uma t-shirt. Trata-se de uma t-shirt com preço em conta e bem ao estilo da quadra festiva que atravessamos, capaz de impressionar a família num qualquer jantar de consoada ou, porque estamos na Beira, de causar sensação junto da população concentrada em redor do "madeiro" em frente à Igreja após a missa do galo.



Para adquirir esta ou outra T-Shirt, consultem o catálogo da Funda São.

domingo, dezembro 09, 2007

Pirataria sim senhor, mas com autógrafo, se faz favor!

Se o lançamento de um livro é sempre um acontecimento relevante, de maior importância se revestirá se o autor do livro for um amigo nosso, mesmo que o tema do mesmo seja mais prático e menos, vá lá, literário, como a gastronomia.

Foi precisamente isso que aconteceu hoje, com a apresentação daquele que espero que seja o primeiro livro de um jovem que considero muito promissor e que é, sem sombra de dúvida, um grande cozinheiro.

O discurso de lançamento, tal como o prefácio do livro, foram da autoria do Chefe Hélio Loureiro, cozinheiro-chefe do Hotel Porto Palácio e da Selecção Nacional de Futebol (imperdoável o meu esquecimento, ao não o ter questionado sobre se os rapazes se andavam a alimentar mal, dadas as últimas exibições a que tivémos ocasião de assistir).

Sendo um evento onde há sempre um certo nível de formalidade e protocolo, não é menos verdade que, sendo um momento de convívio com amigos, alguns dos quais ausentes havia já algum tempo, há sempre espaço para um ou outro apontamento de irreverência que confiram um toque de humor ao cenário.

Criei por isso condições para levar a cabo uma pequena brincadeira que atingiu o seu auge no momento em que, após algum tempo de espera na fila, chegara o momento do autor autografar o meu exemplar.

Depois de lhe ter endereçado as minhas felicitações e votos de boa sorte, pedi-lhe desculpa por não ter comigo dinheiro suficiente para adquirir o livro, salientando no entanto que o mesmo era abusivamente caro, facto ainda agravado pela iminência da quadra natalícia, com todas as despesas esperadas daí decorrentes. Concluí dizendo que, apesar de tudo, fazia questão de levar um autógrafo do autor.

Sem lhe dar tempo para pensar, retirei um volume de fotocópias encadernadas de uma de muitas sebentas que guardo dos tempos do Ensino Superior, na qual havia colocado a fotocópia da capa do livro que estava a ser lançado, e coloquei-o defronte do autor pedindo então o tal autógrafo.

A gargalhada geral que se soltou, contrastava com o ar incrédulo do autor que ora olhava para mim, ora para aquilo que acreditava ser o primeiro acto de violação de direitos de autor da sua obra, o que, a ser verdade, seria de facto um recorde digno de figurar no Guiness como a pirataria mais célere de todos os tempos. Como resposta só consegui obter a exclamação "O que é isto?!" num tom de perfeita indignação ineficazmente disfarçada.

Finamente, após ter deixado sofrer um pouco o protagonista da noite, tirei um exemplar do livro de dentro do casaco e coloquei-o na mesa em substituição da sebenta mascarada.

Entre os sinais de uma gargalhada contida, ainda consegui mais uma frase do autor: "Até te matava...!".

sábado, dezembro 08, 2007

O hino dos anestesistas

Já se interrogaram sobre o que fazem os anestesistas enquanto o paciente está inconsciente? Pois bem, esta bela obra musical de Amateur Transplant responde a essa questão de uma forma muito particular!

Enviado por e-mail por A. Goulart

quarta-feira, dezembro 05, 2007

Material de apoio à Gestão de Condomínios I


Aqui está um modelo de carta de protesto / aconselhamento para situações específicas de ruído vindo do apartamento do vizinho.
Imagem gentilmente enviada por e-mail pela Du ;)*


domingo, dezembro 02, 2007

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...