quarta-feira, março 21, 2007

O teu pai é um alcoólico anónimo?

Esta semana tem sido fértil em efemérides, de tal forma que arrisco dizer que temos sido brindados com uma fértil média de 1,5 efemérides/dia.

Tomemos o dia de hoje como exemplo. Hoje assinala-se o início da Primavera e, ao mesmo tempo e até adequadamente, comemora-se o dia mundial da poesia. A relação é evidente: pólen, flores, passarinhos a fazer o ninho, amor, poesia. Há aqui toda uma saudável mistura de temas e é muito fácil misturar o tema do amor com a poesia polvilhando-o ao mesmo tempo com alusões a flores e passarinhos. O belo poema "Fui ao jardim da Celeste / Muitas rosas eu lá vi / Mas a rosa mais bonita / Que lá estava eras ti" é disso um exemplo.

Estranho foi o que sucedeu anteontem, dia 19 de Março, no qual se celebrou o Dia do Pai e, ao mesmo tempo, o ... dia nacional do Alcoólico Anónimo. Qual é a relação? Quem é que se foi lembrar disto? Terá sido um ministro que quis homenagear em simultâneo o seu pai e o seu passatempo que consistia em deglutir umas cervejolas em série? É sem dúvida uma questão pertinente e que pode dar azo a conflitos familiares graves.

Não se admirem pois se um qualquer pai anónimo tiver retribuido um cumprimento filial do género "Parabéns pai! Hoje é o teu dia!" com um paternal soco.

4 comentários:

Caetano disse...

ADENDA:

Acabo de ser informado que hoje, para além de ser o início da Primavera e o dia mundial da Poesia é também o dia da árvore e o dia mundial do sono.

Sendo assim, queiram por favor corrigir a taxa de efemérides para 1,7.

Sete_Luas disse...

Eu, sinceramente David, acho que vou começar a pagar-te por solucionares sempre tão bem as minhas dúvidas existênciais. Estava eu aqui na ressaca de mais um Dia do Pai fabuloso, a pensar no porquê da indiferença do meu a qualquer acto da minha pessoa, a pensar que poderia ter alguma coisa a ver com o facto dele n m dirigir a palavra há 5 anos, e tu surges com a explicação lógica à pergunta que me consumiu estas duas noites. Afinal o meu "Feliz Dia do Pai, gosto muito de ti" foi seguido pelo silêncio e pela indiferença porque não se bate a uma menina nem com uma flor.... BOLAS David... Obrigada, o k seria de mim sem ti. Para o ano, adiciono a estas palavras uma garrafinha dum bom vinho do Fundão e tá tudo resolvido :p


*hugs* and *smoochies*

Caetano disse...

És mesmo cromita!!! Ja tentaste dar-lhe com a garrafa na tola? Pelo menos chamava a atenção.

Beijocas

Sete_Luas disse...

Eu dou-te a cromita meu postalito favorito. :p

Sabes, já pensei nisso, mas eu detesto aquela imprensa tipo Jornal 24h e não ia suportar o protagonismo que tal acto me ia dar nas primeiras páginas de tão respeitado e lido jornal. ;)

:*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...