quinta-feira, junho 16, 2005

Mistérios da Gardunha - I



Eis um exemplo de que nem só ir à esplanada da moda é tudo o que há a fazer no Fundão. A fotografia foi tirada por volta da 1h da manhã em pleno maciço da Serra da Gardunha, no momento em que procurava inscrições numa rocha, onde já havia sido detectada uma outra, ao que tudo indica, do Séc XVII. Trata-se de um local onde, segundo ouvi contar, no tempo dos nossos bisavós, um jovem militar que por ali tinha uma namorada, foi devorado por lobos. Quando as gentes deram conta do seu desaparecimento, tudo o que encontraram foram "as botas ainda com os pés no interior".

É sem dúvida um tema para desenvolver em breve
no ArqueoBeira.

13 comentários:

PequenaJoana disse...

Pois eu também acho que seria mais interessante ir em busca de aventuras e desventuras (momento piroso) por essa Beira fora, do que estar a desperdiçar tempo no Amnésia!

E tenho dito...

:D

Anónimo disse...

Amen sister! - Ass: Eu anónimo

Xamane disse...

Isso da lenda dos lobos não é nada comparado com o fantasma da velha da gardunha que quase levou à loucura o nosso condutor... ou isso ou o cheiro a gasóleo entornado... :P

Caetano disse...

Isso para não falar de uma actividade frenética que decorreu no banco de trás e que levou a que, a certa altura, me tivessem caído algumas gotas de saliva na nuca...

Obviamente não ousei olhar, mas bem estranhei o facto de teres pedido ao nosso destemido condutor que desse "umas voltas pelo quarteirão" antes de voltarmos a casa.

Catarina disse...

este tipo é um psicopata perigoso que anda a monte! o que ele quer é motivar pessoas inocentes e indefesas a ir prá serra, alegando que caso encontremos alguma coisa arqueologicamente interessante o nosso nome vai ser ouvido nos quatro cantos do mundo e até poderá...quem sabe...ser mencionado no arqueobeira. à primeira oportunidade atira-os do precipicio mais alto que for possivel encontrar, fazendo tudo para que pareça que foi uma fatalidade, tipo: "ah e tal, escorregou-lhe o pé..." tretas...se têm amor à vida mantenham-se afastados deste indivíduo...

Catarina disse...

além disso esta foto é tudo teatro, pq arqueólogo que se preze anda com roupa de trabalho e não vestido pra ir à missa! ele andava era à procura de uma moeda de 1 euro que lhe tinha caido do bolso (é forreta como tudo!!!!! nunca vi!)e ainda por cima obrigou a vítima a fotografa-lo antes de se livrar dela...há gajos sem coração!!!

Caetano disse...

Catyzinhazuchanhecachinha, já te disse que aquilo foi um acidente... que culpa tenho eu se o nosso timming não foi o mesmo? hein??? Além do mais, se reparares, "Segura-me para não cair, porque tenho medo de me magoar ao cair nesse precipício de 100m", é extremamente parecido com "Sai da frente caraças!!!", daí que não tenho muita culpa no cartório...

PequenaJoana disse...

LOL

vocês matam-ne

Xamane disse...

Camarada, ainda bem que não ousaste olhar para trás. Concerteza conheces a lenda do 'Homem-que-olhou-para-trás-entre-a-meia-noite-e-uma-da-manhã-no-alto-da-serra-depois-de-levar-com-saliva-na-nuca' ? Imagino que sim. Nada de bom te esperaria. :P

Ana disse...

ola, a foto esta muito fixe..
poderias dizer-me mais ou menos em que zona da gardunha se encontra, se é na zona de alpedrinha, alcongosta castelo novo... é k estou a realizar um trabalho sobre a gardunha e gostaria de ir ao local.. obrigado. aguardo resposta.. :) anaribeiro4@gmail.com

Caetano disse...

Ana, podes encontrar mais informaçao neste site:

http://www.arqueobeira.net/fundao/inscricaosoutodacasa2.htm

Gardunha disse...

Curioso, nunca ouvi falar de tal lenda. Onde é que isso fica mesmo?
Gardunha
Pedaços de Alcongosta

Caetano disse...

Gardunha, o Penedo da Abelha fica junto às localidades de Vale de Urso e de Casal de Álvaro Pires (C.A.P.). Situa-se na nascente do ribeiro conhecido em C.A.P. por "Ribeiro Frio", junto ao local onde a empresa Fonte da Fraga instalou recentemente uma captação de água.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...