quarta-feira, junho 08, 2005

Mais uma vitória incontestável!

Teve lugar no passado fim-de-semana mais um grande embate desportivo de nível regional, no qual um colectivo formado por uma selecção dos melhores jogadores das agremiações de Vale de Urso FC, Atlético Paradantense e Amigos Cova da Beira impôs uma derrota caseira ao forte conjunto do Clube Desportivo Cultural e Recreativo da Enxabarda.

Com os reforços de última hora, Mantorras e Mickey a fazerem a diferença, o público teve o privilégio de assistir a um espectáculo de futebol que já não se via em Portugal desde que José Mourinho assinou pelo Chelsea.

No Olímpico da Enxabarda, a equipa vitoriosa alinhou com: Hugo na baliza, Alex, Pepe, Zé e Caetano, Mickey, Sérgio, Márcio e Nuno, Mantorras e André. Os golos foram marcados por Mantorras (2) e Mickey (2) para um resultado final de 3-4.

Saliente-se a forte contestação à arbitragem que deixou passar em claro um penalty escandaloso na área da equipa local, penalty esse que jogasse a equipa forasteira de águia ao peito, teria sido razão para expulsar metade da equipa da casa.

Tratou-se ao fim e ao cabo de um triunfo natural da equipa mais forte, que melhor se entregou ao jogo, e cujo espírito combativo pode ser aferido pelo instantâneo acima, obtido durante o aquecimento.

6 comentários:

Agapito disse...

Os meus mais sinceros parabéns!!!

E já agora, como n podia deixar de ser, SLB, SLB, SLB!!!

Caetano disse...

Tu vê lá se queres sentir a supremacia da dor...! :P

Agapito disse...

Hiiii.... Mau feitio....!!!!

Xamane disse...

Mickey?! Mantorras?! E a prestação defensiva? Não fosse a solidez daquelo bloco defensivo, o supremo entendimento e capacidade de comunicação entre o central Pepe e o excelente keeper... de que serviriam os 4 golos marcados? Pois é...

Caetano disse...

Realmente, no meio de tamanha quantidade de boas exibições a apontar aos vários camaradas, há que destacar o diálogo do nosso portentoso (com os pés) líbero com o nosso não menos portentoso (com os pés) guarda-redes. Não fossem as vossas constantes comunicações, e a coisa teria dado para o torto. Assim, a malta sempre se distaia com vocês e relaxava...

Caetano disse...

Errata do comentário anterior: Onde se lê "distaia" dever-se-á ler "distraía".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...