quarta-feira, maio 25, 2005

Bye Bye Baby

Hoje, pela última vez, pisarei o solo da inenarrável Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (sim, vocês sabem do que eu falo :p) com o propósito de “ir às aulas” (“ir aos exames” já é outra história).
Numa espécie de continuação daquilo que foi uma emocionante Benção das Fitas junto dos meus colegas-amigos, hoje mais amigos-colegas, é justo que assinale esta data marcante, postando com antecedência e recorrendo ao “one and only” Frank Sinatra (1915-1998).

Hoje ponho-o a cantar na aparelhagem uma das minhas favoritas, It Was a Very Good Year, de Ervin Drake. Para quem não sabe, It Was a Very Good Year tem quatro “andamentos”, todos eles divididos pela referência a períodos de vida.

Há quatro anos, quando eu terminava o secundário e me despedia, chorando por dentro baba e ranho, de aventuras e desventuras de infância e juventude, o Frank Sinatra cantava assim para mim (o contexto para ele era diferente, mas isso agora não interessa nada :p):

When I was 17
It was a very good year
It was a very good year for small town girls
And soft summer nights
We’d hide from the lights
On the village green
When I was seventeen



Hoje, com 21, revivendo e guardando na memória este percurso académico-borguista absolutamente privilegiado, ouço o Frank dizer-me:

When I was 21
It was a very good year
It was a very good year for city girls
Who lived up the stair
With all that perfumed hair
And it came undone
When I was 21


Obrigada, Frank!
(próximo “andamento”: when I was 35...)


1 comentário:

Caetano disse...

When you fores 35 não te esqueças de postar no bloguinho (c)!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...